Não é novidade para ninguém que a novela é uma das atrações preferidas pelos brasileiros. Ocupamos grande parte do nosso tempo acompanhando os mais diversos tipos de histórias. A relação entre o brasileiro e a novela é algo antigo, visto que sua exibição começou na década de 50. Isso acompanha a história do Brasil a quase 70 anos, tornando-se, de fato, uma parte dos brasileiros. Mais do que um grande produto artístico, ela é uma das maiores companhias do público. O mais legal de tudo é que o melhor de cada trama, nem sempre fica para o final. Existem diversas novelas que ganharam força no meio da história.

Desta forma, ficaram registradas na memória de todos aqueles que acompanhavam. Essas cenas não estão no último capítulo de cada obra, mas marcaram gerações. São os momentos mais icônicos da televisão brasileira que jamais esqueceremos. Confira conosco então essa lista de momentos mais incríveis das novelas brasileira. Se tiver algum outro que você se lembra e não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Momentos icônicos das novelas brasileiras

1 - Discussão entre Charlô e Otávio em Guerra dos Sexos, novela de 1983

Essa é uma cena icônica da guerra de comida durante o café da manhã em Guerra dos Sexos de 1983. A mesma foi reprisada em 2012. A diferença maior estava nos alimentos escolhidos. A segunda versão tinha frios, frutas, creme de mamão e abacate. No entanto, as duas são icônicas.

2 - Gabriela pegando a pipa em cima do telhado, em Gabriela, de 1975 e 2012

Publicidade
continue a leitura

Quando Gabriela, vivida por Sônia Braga, sobe ao telhado de uma casa para pegar uma pipa, toda a cidade ficou em volta para olhar. Isso porque ela estava com as pernas de fora. No remake de 2012, todos queria ver como Juliana Paes faria a famosa cena na segunda versão. Marcou gerações.

3 - Assassinato de Odete Roitman em Vale Tudo (1988)

Essa cena parou o Brasil. A vilã foi morta com três tiros à queima-roupa no capítulo que foi exibido na véspera do Natal de 1988. O mais impressionante é que o crime não estava previsto no roteiro inicial. Ele precisou ser incluído porque a trama precisou ser aumentada por causa do grande sucesso.

4 - Tapa de Ruth em Raquel em Mulheres de Areia, em 1993

Publicidade
continue a leitura

As gêmeas que não se davam bem eram o plot de Mulheres de Areia em 1993. Quando Raquel, a vilã confessou que queria que a irmã ficasse na cadeia por um crime que não cometeu, a mocinha não aguentou. Desta forma, deu um tapa na cara como vingança. Essa é uma das cenas mais memoráveis das novelas.

5 - As mortes com o Opala preto e a relevação de que Adalberto é o assassino em A Próxima Vítima, em 1995

O Opala preto que seguia as vítimas é o único indício de que o assassino estava por perto. O criminoso foi enfim desmascarado no último capítulo e se tratava de Adalberto. Ele matou as vítimas como queimas de arquivos. Tudo isso por causa do assassinato de Gigio di Angelis.

6 - Revelação de quem era o Cadeirudo, em a Indomada de 1997

Publicidade
continue a leitura

O Brasil foi bastante movimentado com o mistério de quem era o Cadeirudo em A Indomada. Todos queriam saber quem era o personagem misterioso que atacava as mulheres em Greenvile em noites de Lua Cheia. No último capítulo, o mistério foi revelado. Era Lurdes Maria, que fazia isso para assustar as mulheres.

7 - O fim de Nazaré em Senhora do Destino, de 2004

Nazaré foi com certeza uma das vilãs mais marcantes de todos os tempos. No último capítulo, rouba o filho de Isabel, a quem tinha criado como filha após sequestrá-la. Nazaré ameaça atirar a criança de uma ponte, mas acaba entregando nos braços de Isabel. Em seguida, se joga da ponte.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Publicado em: 30/09/20 14h57