Ciência descobre que pedras de Stonehenge propagavam sons! Escute aqui

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Afora      31/10/14 às 22h40

Depois de anos de estudos, a verdade é que o Stonehenge ainda gera muita polêmica. Acontece que uma pequena parte dos segredos desse monumento antigo e misterioso, erguido pelos druidas, há 5 mil anos, na Inglaterra; foi desvendado recentemente.

Conforme os pesquisadores do assunto, o círculo milenar de pedras, simplesmente, tem o poder incrível que reverberar sons. Depois de oito anos de estudos, os cientistas que se dedicaram ao caso descobriram que o som dentro do monumento se propagava pelas pedras de uma forma muito particular.

Para descobrir essas informações, os arqueólogos chegaram a montar uma réplica do monumento, construída em tamanho real, em Maryhill, nos Estados Unidos. Segundo os estudiosos, embora a construção tenha sido feita de concreto e não de pedras reais, a cópia permitiu que medições acústicas fossem feitas no local e que o sinal sonoro propagado pelo espaço pudesse ser mensurado.

3

O estudo, aliás, não pôde ser realizado no Stonehenge original porque o círculo está praticamente desfeito hoje em dia. Além disso, há uma série de restrições para visitar o local, o que não permitiria aos cientistas fazer instalações elétricas ali. (Clique para conhecer também os mistérios que a ciência ainda não desvendou).

Reverberação

De acordo com os pesquisadores, os testes acústicos revelaram que, dentro do círculo de pedras, o som se comporta da mesma maneira que em ambientes fechados e abafados. Além disso, o posicionamento das pedras proporciona impacto às ondas sonoras com as superfícies da construção. Em consequência, isso faz com que elas sigam se refletindo e se espalhando pelo seu interior de modo uniforme.

Mas, esse efeito que o som produzia nas pedras do Stonehenge é diferente do eco, afirmam os estudiosos. O fenômeno consistia em uma espécie de som capaz de se manter por uma sucessão de reflexões, que se davam em tempos diferentes e duravam por até 0,7 segundos. Para quem não consegue imaginar esse efeito, os pesquisadores compraram a reverberação com o que acontece nas catedrais, embora nesses ambientes o som consiga se manter por até 10 segundos.

4

Outra coisa interessante que o estudo mostrou sobre o círculo de pedra é que o som, em suas estruturas, se difundia por todo o espaço que o monumento ocupava. Assim, era possível ouvir claramente um sinal sonoro emitido dentro do Stonehenge, independente do lugar em que o ouvisse estivesse.

Ouça aqui como o som se espalhava dentro do Stonehenge:

Confira, nesse outro vídeo, como o som podia ser ouvido claramente de qualquer ponto dentro do monumento:

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+