Combustão espontânea humana: o que é isso?

POR Pietro Bottura    EM Terror & Sobrenatural      14/08/14 às 16h01

Esse misterioso e macabro modo de morrer é raríssimo, e conta com menos de 200 mortes documentadas ao longo da história. O cenário é quase sempre o mesmo: pessoas são encontradas como que "explodidas" por dentro, carbonizadas, mas em geral com as pernas, braços e cabeça intactas - revelando que o tórax teria sido o centro da explosão.

Cogita-se que pode ser causada por faíscas ou pessoas que dormem com o cigarro na mão, mas a verdade é que os relatos sempre afirmam que objetos ao redor da pessoa permaneceram intactos, e que a origem do fogo era no torso da vítima.

As imagens são muito chocantes, portanto não vamos coloca-las no corpo da matéria. Elas estão nos links:
FOTO 1, FOTO 2, FOTO 3

Um dos mais antigos casos registrados é o da condessa italiana Cornelia Baudi, em 1731, que foi encontrada sob as mesmas circunstâncias. Confira aqui algumas explicações para o bizarro fenômeno:

1) Castigo divino

colgante-kukuxumusu-castigo-divino-universal

Desde o século XVII, o fenômeno é associado à punição divina, especialmente de mulheres "da vida", que eram as mais acometidas pela desgraça.

2) Forças subatômicas

1538

De acordo com Larry Arnold, químico experimental, o aumento da temperatura se daria pela expansão da partícula subatômica "pyroton", até hoje nunca confirmada.

3) Auto-indução

tumblr_static_tumblr_lxlgwclo7y1qc6xxfo1_500

O perito policial John Heymer acredita que a situação seja um reflexo de solidão e isolamento social, expressando-se fisicamente através desta estranha espécie de suicídio psicológico.

Seja qual for a explicação, os relatos continuam existindo. Um dos mais recentes é o do bebê indiano Rahul, que teria entrado em sua quarta combustão espontânea.

Chennai infant (1).JPG

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+