Curiosidades

Como começou o drive-thru?

0

Fast-food virou sinônimo de um estilo de vida estressante que vem sendo criticado desde o final do século XX. O consumo de refeições que podem ser preparadas e servidas em um intervalo pequeno de tempo é chamado de fast-food. São comercializados, desta maneira, sanduíches, pizzas e pastéis, entre outros.

Existem aqueles que detestam esse tipo de comida e correm dessa modalidade de lanche a todo custo. Mas pra quem gosta é uma verdadeira paixão. Há tantos espalhados por aí que é até difícil decidir em qual ir, e mais difícil ainda é escolher o que vai comer, já que são inúmeras opções.

Como se o conceito de comida rápida já não fosse rápido o bastante, as redes de fast-food disponibilizam também os conhecidos drive-thrus, onde o cliente passa com o carro e pega o seu lanche sem precisar descer no estabelecimento. Mas você já se perguntou como o drive-thru começou?

Antes de ele se tornar uma coisa comum no mundo todo, esse tipo de serviço teve seu início nos Estados Unidos. Originalmente, os funcionários dos estabelecimentos recebiam os pedidos e levavam a comida para as pessoas em seus veículos.

Com a popularização dos carros, a demanda por um serviço rápido e eficiente cresceu conforme o tempo foi passando. E com isso, o conceito de drive-in foi evoluindo.

Origem

Drive1 436x416, Fatos Desconhecidos

Acredita-se que o primeiro drive-thru foi aberto em 1947. Ele fazia parte do Red’s Giant Red Hamburg, que ficava na famosa Rota 66, na cidade de Springfield, Missouri.

Em 1948, a rede In-N-Out Burger abriu um drive-thru em Baldwin Park, na área de Los Angeles. Mesmo que tenha sido apenas um ano depois, a rede de fast-food trouxe uma forma inovadora de receber os pedidos. Eles eram feitos através de uma caixa de som bidirecional.

Em 1951, aproveitando a crescente popularidade da cultura automobilística na Califórnia, a primeira cadeia de drive-thru foi aberta. O chamado Jack in the Box era um negócio exclusivamente de drive-thru.

O McDonald’s começou a oferecer esse serviço para os seus consumidores apenas em 1975. Foi na cidade de Sierra Vista, no Arizona, que o primeiro drive-thru da famosa rede de hambúrgueres foi aberto.

Onipresente

Drive2 624x415, Fatos Desconhecidos

De lá para cá, o drive-thru se popularizou de uma forma tremenda. É estimado que haja mais de meio milhão de lugares com esse tipo de serviço no mundo todo. Além disso, algumas redes de fast-food já divulgaram que até 70% da sua receita anual pode vir dessa forma rápida de atendimento.

Esse tipo de serviço pode ser uma grande ajuda para aqueles que não querem comer no estabelecimento, ou descer do carro para fazer seu pedido. Mas, assim como ele tem o seu lado positivo, também existe um lado negativo.

Se estima que, anualmente, milhares de galões de gasolina são desperdiçados por conta da marcha lenta que os automóveis andam quando estão nas filas do drive-thru.

Consumo

Drive3 624x416, Fatos Desconhecidos

Normalmente, as pessoas vão até às redes de fast-food já com seus pedidos em mente. Mas nos drive-thrus, se coloca os anúncios de promoções e refeições específicas estrategicamente para ajudar ou influenciar o consumidor a tomar uma decisão.

As placas mostrando as ofertas devem ser fáceis de ler em uma distância de pelo menos dois carros. “Existem muitos estudos que indicam que os clientes provavelmente pedirão coisas do lado direito do cardápio. A posição do menu é fundamental ao considerar as compras complementares”, disse Michele Vig, vice-presidente de marketing do Café Caribou.

Futuro

Drive4 624x416, Fatos Desconhecidos

Desde a sua criação, o serviço de drivr-thru já passou por várias transformações. Agora, uma outra mudança pode ser a implementação de telas sensíveis ao toque para substituir uma interação humana no momento de fazer o pedido. Além do que, geralmente, quem compra através das telas tende a gastar mais dinheiro na hora do pedido.

E muito provavelmente, nos próximos anos, a inteligência artificial irá assumir o controle. Por exemplo, o McDonald’s já adquiriu a empresa de personalização Dynamic Yield, em 2019.

“O McDonald’s utilizará essa tecnologia de decisão para fornecer uma experiência ainda mais personalizada ao cliente, variando os displays digitais externos do menu Drive-Thru para mostrar alimentos com base na hora do dia, no clima, no tráfego atual dos restaurantes e nos itens do menu de tendências”, informou um comunicado da rede.

 

Você bebe 6 xícaras de café por dia? Isso pode ter um custo para seu cérebro

Matéria anterior

O evangelho que a Igreja Católica tentou ocultar mostra segredos sobre Jesus

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos