Se você já teve filhos ou se pelo menos conhece casais que tiveram, você provavelmente já sabe, que assim que uma criança nasce, ela é considerada completamente frágil e sensível. Por esse motivo, pais e cuidadores tendem até mesmo a evitar de fazer algum barulho quando estão próximos a criança.

02

O que você provavelmente não sabia, é que ao contrário do que se acredita, o útero não é um templo silenciosos e tranquilo.

Na realidade, por se tratar do organismo de uma pessoa ativa, esse local pode se tornar extremamente barulhentos.

Cientistas já descobriram, que o som que os bebês escutam quando ainda estão dentro da barriga, é bastante similar ao som de um aspirador de pó em funcionamento ou um liquidificador ligado por exemplo.

p060

Como já citamos anteriormente, esse som ocorre devido a agitação do próprio corpo. Os intestinos, estômago, coração e corrente sanguínea fluindo e funcionando até pode soar de maneira silenciosa para nós, que estamos aqui de fora, mas o mesmo não acontece para os bebês.

Cientistas também já descobriram que recém-nascidos, não choram apenas por sentirem necessidades fisiológicas, como quando querem comer, dormir ou precisam ter as fraldas trocadas. Segundo estudos eles também choram apenas por se sentirem inseguros, uma vez que até pouco tempo atrás, ainda estavam em um lugar limitado e seguro e agora se encontram expostos a uma série de coisas novas.

02

Por esse motivo, é possível encontrarmos vídeos, que oferecem exatamente até 8 horas de áudio desse curioso som que os bebês podem escutar quando estão dentro de suas mães.

Segundo relatos de mulheres que usam esse recurso, os bebês de fato ficam mais tranquilos e até conseguem dormir rapidamente após alguns minutos escutando o tal barulho.

Para acabar com toda a nossa curiosidade, confira abaixo o vídeo e escute você também, esse sonzinho tão familiar que nós também já escutamos enquanto estávamos no útero de nossas mães.

https://youtu.be/uAUlaMN8VrY

E então queridos leitores, o que foi que você achou desse barulhinho? Conta pra gente aqui em baixo pelos comentários!

Publicado em: 24/11/16 08h21