• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como é possível o ser humano criar uma força incrível em situações de risco?

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      17/05/19 às 19h20

Muitos de nós conhecemos uma história sobre uma pessoa que, em uma determinada situação de risco, parecia ter desenvolvido instantaneamente uma força sobre-humana. Pais levantando carros para salvar seus filhos, ou coisas similares. Mas você já se perguntou porque isso acontece? Ou, como tudo acontece?

Esse tipo de situação parece acontecer quando as pessoas estão em situação de vida ou morte. Embora tal fenômeno, também conhecido como força histérica, nunca tenha sido comprovado, existe uma crença popular de que essa força venha da adrenalina, gerada por situações extremas.

Super-força

A princípio é importante esclarecer que o peso máximo que uma pessoa é capaz de levantar pode ser muito relativo. O recorde de levantamento de peso morto é de apenas 524 kg. Neste momento, você deve estar se perguntando, como alguém poderia levantar um carro que pesa uma tonelada e meia?

Essa super-força de que estamos falando permitiria que uma pessoa levantasse uma parte de um veículo. Isso apenas alguns centímetros e por um período de tempo bem curto. Na maioria dos casos, onde essa grandiosa força sobre-humana foi utilizada, se tratava de situações espontâneas onde a vida de alguém estava ameaçada, onde não se é possível realizar estudos.

O que investigações nos disseram até agora sobre o assunto, é que essa força não é algo sobrenatural, mas que a carregamos dentro de nós. A explicação mais concreta, aparentemente, é de que "somos mais fortes do que pensamos" e que devido a nossa rotina, não utilizamos toda essa capacidade com frequência.

Os movimentos de nosso corpo são o resultado das contrações feitas por nossos músculos, através dos sinais transmitidos pelos nervos. As atividades realizadas no cotidiano costumam demandar poucas unidades motoras de nervos e músculos. Fazer a cama, beber um copo de água, abrir uma porta, levantar uma caixa, são alguns dos exemplos de ações que não exigem nenhuma força especial.

Segundo o que acreditam alguns pesquisadores, mesmo quando nos exercitamos, usamos apenas 60% da nossa massa muscular. Atletas de elite chegam a usar 80% , o que já é muito. Essa reserva que o corpo faz é para evitar problemas nos músculos, ligamentos e tendões. Além de possíveis fraturas ósseas. É uma forma de nosso corpo nos proteger, tentando evitar um desgaste desnecessário.

Como tudo acontece

O cérebro influencia nossos músculos e nosso desempenho. Quando nós estamos fazendo um grande esforço e acabamos nos rendendo, é porque nossa mente nos pediu para fazê-lo. Mas fica uma grande dúvida quando paramos para pensar sobre isso. Como os grandes atletas ignoram as dores e as dificuldades e usam toda sua força?

A resposta para essa pergunta é muito mais simples do que imaginamos: a motivação. O poder mental que os estimula, permite que sejam capazes de ignorar a dor e ultrapassar seus limites. E em uma situação de vida ou morte, a motivação é ainda mais poderosa porque uma vida está em jogo.

Diante de um grande estímulo externo, a adrenalina aumenta nossa respiração e a frequência cardíaca. Isso faz com que nossos músculos sejam inundados com sangue oxigenado, permitindo contrações mais fortes. O resultado é um maior aproveitamento dos mesmo e a redução temporária da dor. Tudo isso é o que nos permite acessar essa super-força.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.




Matérias selecionadas especialmente para você

Via   Supercurioso  
Imagens El Definido T13
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+