Você, provavelmente, já ouviu falar e até acompanhou alguma aventura do marinheiro Popeye. Gerações passadas e a nova já tiveram a oportunidade de conhecer o icônico marinheiro, que se alimenta de espinafre para ganhar força. E as aventuras, que ele vive ao lado de Brutus, assim como de sua amada, Olívia Palito, são memoráveis. Além de claro, tudo estar sempre acompanhado das trapalhadas de Dudu, Gugu e Alice.

Além do seu icônico espinafre para lhe dar força, o marinheiro era conhecido por seus músculos. Os músculos se destacavam do resto do seu braço que continuava fino.

Essa forma, que parece ser impossível na vida real, impressionantemente foi reproduzida. Um ex-soldado foi apelidado de Popeye, depois que ele injetou, em seus braços, uma espécie de geleia para conseguir ter bíceps protuberantes. Mas ele teve que passar por uma cirurgia, para salvar a sua vida.

O homem se chama Kirill Tereshin e tem 23 anos. Ele foi alertado de que poderia morrer se continuasse como estava. Ou então, que precisaria amputar os dois braços por causa dos bíceps falsos, que ele mesmo injetou.

Cirurgia

Publicidade
continue a leitura

De acordo com os cirurgiões da First Medical State University, de Moscou, que fica na capital russa, foram removidos três quilos de músculo morto e mais de três litros de vaselina. Eles tinham formado um caroço sólido, no braço do homem.

Além disso, o cirurgião chefe, Dmitry Melnikov, disse que ele e sua equipe estavam a um quarto do caminho da operação em Tereshin. Essa foi apenas a primeira cirurgia que Tereshin teve que fazer. Vão ser necessárias mais três outras cirurgias, para que toda a geleia dos braços seja retirada.

Esse ex-soldado ficou conhecido mundialmente por causa de seus bíceps falsos. Mas, foi Alana Mamaeva, que é uma das principais ativistas de vítimas de cirurgias plásticas mal feitas, quem fez com que Tereshin fizesse seu tratamento de maneira urgente.

Ela fez um vídeo e mostrou Tereshin, depois de sua primeira operação. O homem estava muito frenético, perguntando ao médico "quantos músculos eu perdi?".

Publicidade
continue a leitura

O cirurgião respondeu para o homem. "O problema e que essa é a vaselina. Você injetou isso tão completamente que se espalhou no músculo e o matou". Era um músculo morto de qualquer maneira.

Membros

E o cirurgião ainda falou que eles fizeram apenas 25% dos reparos. O ex-soldado foi informado de que ele teria os movimentos do seu braço novamente. Mas que os músculos dos braços seriam diminuídos.

Além de incentivar o homem a fazer a cirurgia, Alana também ajudou a arrecadar dinheiro para a cirurgia. "Vamos tentar ajudar esse jovem", disse a mulher.

Publicidade
continue a leitura

Antes da operação, Tereshin disse que ele estava preparado e que não tinha medo. E o médico disse a ele que a vaselina satura os músculos sob o tecido da pele e também a própria pele.

"Tudo isso precisa ser removido, mas precisamos manter a veia, os nervos e outras funções do membro. A vaselina não é projetada para a injeção, apenas para aplicação externa", disse o cirurgião.

"Ele saturou os tecidos musculares, bloqueou o fluxo sanguíneo e, como resultado, o tecido morre e é substituído por uma cicatriz, que é tão dura quanto uma árvore", continua.

Esses implantes estavam causando febre, dores e fraqueza no homem. E ele teve a sorte por conta do dano ter sido apenas nos membros e não ter se espalhado para o resto do corpo.

Publicado em: 28/11/19 12h23