• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como sobreviver a um ataque nuclear?

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      01/05/15 às 22h17

Só foram usadas armas nucleares em combate no final da Segunda Guerra Mundial. Os ataques foram feitos cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, por apenas um dos lados — os Estados Unidos. A proliferação das armas nucleares aumentou consideravelmente, e países como o Reino Unido e a França testaram as suas primeiras bombas atómicas em 1952 e 1960, respectivamente.

De acordo com o relatório de 1980 do Secretário Geral das Nações Unidas "General and Complete Disarmament: Comprehensive Study on Nuclear Weapons", era estimado que existissem cerca de 40 000 ogivas nucleares, equivalentes a 13 000 megatoneladas de TNT. Em comparação, quando houve a erupção do vulcão Tambora em 1815, houve uma explosão equivalente a 1000 megatoneladas de TNT. Muitas pessoas acreditam que uma guerra nuclear total resultaria na extinção da espécie humana.

Durante a guerra fria, a União Soviética investiu em grandes infra-estruturas para proteção civil, tais como "bunkers anti-nuclear" e "armazéns de comida não degradável". Nos EUA, em comparação, poucas ou nenhumas preparações foram feitas para os civis, exceptuando as construções individuais feitas nos quintais por algumas pessoas. Esta situação fazia parte de uma estratégia deliberada, dando a ideia que deixando a sua população desprotegida, os EUA não teriam intenções de serem os primeiros a lançar um ataque nuclear, já que as suas cidades seriam totalmente dizimadas na retaliação.

Como sobreviver?

Antecedência

1

A melhor coisa que se pode fazer se você mora em uma área com risco de ataque nuclear é planejar e pensar em um possível ataque. Um abrigo revestido com chumbo seria a melhor opção de sobrevivência em um ataque nuclear. O chumbo absorve boa parte da radiação devido seu número atômico alto.

Salve-se quem puder!

2

Manter-se abrigado nas primeiras 200 horas é essencial. Medicamentos e alimento devem estar armazenados em um local de fácil acesso. Só 10% das vítimas sobrevivem ao ataque de uma distância de 1,5 km. A taxa aumenta para 50% de sobrevivência em uma distância de 3 km. A onda de choque causada pela explosão pode desintegrar prédios e vegetação em instantes.

Não olhe para a explosão

3

A luz produzida pode te cegar e o barulho da explosão pode estourar os tímpanos. Todo cuidado é pouco. Se você estiver a alguns quilômetros de distância, terá entre 10-15 segundos até que a onda de calor atinja você e talvez 20-30 segundos até que a onda de choque o atinja.

Corra para lugares subterrâneos

4

Até esgoto vale para evitar a onda de choque direta da explosão nuclear. Evite lugares com janelas e o mais rápido possível, lave todo seu corpo com água e sabão para fazer uma descontaminação improvisada.

Cuide da sua saúde

5

O governo provavelmente distribuirá pílulas de iodeto de potássio para evitar que as pessoas desenvolvam câncer na tireoide após o ataque. Procure alimentos guardados em locais fechados e depois de todo o caos procure o mais rápido possível atendimento médico.

 

 

 

 

 

 

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+