Vivemos em um planeta espetacular. Um lugar com paisagens inimagináveis, que nos fazem sucumbir diante da grandiosidade da natureza e refletir sobre a nossa pequenez diante dessas obras naturais e colossais que compõem o cenário que habitamos.

As piscinas naturais já são muito usadas em países da Europa, África e Oceania e estão tornando-se muito conhecidas também nos Estados Unidos, porém, aqui no Brasil, pouca gente sabe como essas piscinas podem ser incríveis. Conheça as 10 piscinas naturais mais famosas do mundo:

Giola - Grécia

11

Essa piscina incrível fica na Ilha de Thassos, localizada próxima à costa da Macedônia. A lagoa é esculpida em rochas e abriga a água cristalina que vem diretamente do mar Egeu. Se você estiver fazendo uma viagem pela Grécia não deixe de visitar a ilha, você não vai se arrepender.

Cenote Ik Kil - México

12

Localizada no Parque Eco-Arqueológico Ik Kil, há 3 km de Chichén Itzá, cidade arqueológica em Iucatã, essa piscina de água natural pode ser considerada uma das mais lindas do mundo. São 50 metros de profundidade de água fresca e é possível dar um mergulho lá do alto da gruta. Os cipós e pequenas quedas d’água são belezas a parte.

Havasu Falls - EUA

Publicidade
continue a leitura

13]

Essa piscina azul turquesa fica na Reserva Havasupai, na região do Grand Canyon, no Arizona. Para chegar até ela você precisa fazer uma caminhada de 16 km ou uma pequena viagem de helicóptero. Além de curtir um banho fresquinho em uma temperatura de 21 °C, você também pode fazer um piquenique no lado oposto do riacho e aproveitar a bela paisagem dessa belíssima cachoeira.

Ginnie Springs - EUA

14

A coleção de cavernas subaquáticas dá um toque charmoso à Ginnie Springs e certamente é um dos lugares mais espetaculares para se visitar na Flórida. A piscina está localizada em um parque de propriedade privada, ao longo do Rio Santa Fé, em High Springs. Dizem que Jacques Cousteau falou que essas seriam as águas mais claras do mundo.

Fairy Pools - Escócia

15

É impossível olhar para essa água transparente e não querer dar um ‘tibum’ logo de cara, não é mesmo? Essas piscinas naturais ficam na Ilha de Skeye, na Escócia, e para chegar até elas você precisar fazer uma caminhada em uma trilha que dificulta um pouco o acesso, mas nada impossível. Mas atenção! Prepare-se para mergulhar em águas gélidas, a temperatura das piscinas chegam aos 6° C.

Publicidade
continue a leitura

Piscina do Diabo - Zâmbia

16

Precisa ter muita coragem para encarar essa piscina, porque além de ser uma das mais incríveis do mundo, ela também é considerada a piscina mais perigosa do mundo. Tudo porque ela fica à margem de Victoria Falls, uma cachoeira com uma queda de 360 ??metros de altura. Tem noção? Mas só é possível dar um mergulho entre setembro e dezembro, quando o rio está baixo o suficiente para não jogar as pessoas de lá de cima.

Parque Tat Kuang Si - Laos

17

As piscinas das cachoeiras Kuang Si são imagens dignas de cartões postais. Elas chamam atenção principalmente pelas cores, que confundem os olhos dos visitantes oscilando entre o azul-turquesa e o verde-esmeralda. Você pode nadar tanto nas piscinas na base onde tem a queda da cachoeira ou subir até o topo das pedras e mergulhar entre as camadas das quedas.

Blue Lagoon - Islândia

18

Publicidade
continue a leitura

Essa é uma das atrações turísticas mais procuradas da Islândia e mesmo sendo um passei tanto comercial, ninguém quer deixar de fazer. Uma lagoa com mais de seis milhões de litros de água geotérmica é renovado a cada 40 horas. E não se preocupe com bactérias! Por conta da temperatura da água, que fica entre 37-39 ° C, elas não conseguem se proliferar.

Rio Encantado - Filipinas

19

É quase impossível não querer mergulhar nessa piscina banhada pelo Oceano Pacífico em Hinatua, próxima a província de Surigao del Sur, nas Filipinas. Quando se fala em rio logo pensamos em água doce, mas no Enchanted a água é salgada. Mas tem que saber nadar, a água flui em um buraco de 15 metros de profundidade.

Las Grietas - Equador

20

O canyon fica a 3 km de Puerto Ayora, na Ilha de Santa Cruz e nasceu a partir das lavas vulcânicas que passaram por ali há anos atrás. O dois paredões gigantescos agora abrigam um fluxo de água doce e salgada que passam entre eles formando uma bela piscina de água natural. A temperatura pode variar entre 18 e 20 º C.

Publicado em: 03/02/15 17h56