• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o incrível robô bombeiro que ajudou a apagar o incêndio na Catedral de Notre-Dame

POR Cristyele Oliveira    EM Entretenimento      23/04/19 às 19h54

A tecnologia existe para nos auxiliar e encontrar soluções para os nossos problemas. Mesmo que ainda exista um enorme debate a respeito da robótica e do fato de os robôs poderem nos trazer outros problemas, não restam dúvidas quem em alguns casosm eles podem ser muito úteis. Um desses casos aconteceu recentementem durante o incêndio na catedral de Notre-Dame. Muita gente não sabe, mas um robô fez um trabalho excepcional ajudando os bombeiros a apagarem o fogo.

No último dia 15, o mundo parou quando um incêndio tomou conta da catedral de Notre-Dame, em Paris. A igreja, que é um dos símbolos mais importantes da capital francesa, começou a ser construída em 1163 e levou 180 anos para ser concluída. E em questão de horas, as chamas do incêndio destruíram boa parte de uma das construções mais importantes do mundo ocidental.

O incêndio

A torcida era para que os danos ao monumento fossem os menores possíveis. E também para que os bombeiros conseguissem conter o fogo o mais rápido possível. O trabalho dos profissionais não foi fácil, dada a grandiosidade da tragédia, foram horas de trabalho para domar as chamas.

Os bombeiros foram saudados e aplaudidos pelos parisienses que assistiram de perto todo o trabalho dos homens. O trabalho dos heróis, no entanto, contou com uma grande ajuda tecnológica. O robô, chamado Colossus, teve um papel fundamental para colocar fim ao fogo que destruiu a catedral.

Com a construção vindo abaixo devido ao fogo, o trabalho dos bombeiros era cheio de risco. Havia ainda a possibilidade de desabamento. Nesse momento, os bombeiros, que estavam no interior da construção, foram retirados do local, dando lugar ao robô Colossus.

O robô

Colossus é um drone terrestre fabricado pela Shark Robotic, empresa da La Rochelle. O robô foi criado especialmente para encarar situações perigosas demais para os seres humanos. Sua maior utilidade é vista em casos de ameaça de deslizamentos, vazamentos de gás ou temperaturas muito altas.

Segundo o porta-voz dos bombeiros, Gabriel Plus, o Colossus "permitiu apagar parte do fogo e abaixar a temperatura dentro da catedral". Em declaração, o cofundador da Shark Robotics, Cyryl Kabbara, afirmou que o robô foi criado para ser totalmente modular, e que consegue realizar "diversas missões, como extinguir incêndios remotamente, evacuar pessoas machucada, levar equipamentos ou conduzir trabalho de reconhecimento, usando suas ferramentas de inspeção de vídeo e sensores de gás".

O robô, que atuou como bombeiro no incêndio de Notre-Dame, pesa 500 quilos e não conta com inteligência artificial para agir sozinho em uma missão. O drone é controlado à distância pelos bombeiros. Colossus tem 1,60 metros e é equipado com um canhão de água super potente, capaz de disparar fortes jatos de água. Ele ainda conta com esteiras que o possibilitam subir escadas e deslizar sobre os escombros. O robô é capaz de levantar pesos de até duas toneladas e pode funcionar por até oito horas sem recarregar.

Projetado com a ajuda dos bombeiros e sua experiência, o Colossus não foi o único equipamento tecnológico que ajudou a combater o incêndio na catedral. Além dele, drones da DJI foram usados pelos bombeiros para conseguir enxergar dentro da construção. Uma forma de identificar como o fogo estava se espalhando e ajudar a determinar as melhores opções para conter as chamas. Colocando as mangueiras e disparando água em pontos estratégicos para apagar o fogo de forma mais eficaz.

E você, o que achou desse robô? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+