Curiosidades

Conheça o objeto do Vaticano que é considerado por muitos um artefato satânico

0

Desde seu surgimento, a igreja católica passou por alguns lados obscuros e controversos em diferentes eras da história. Desde as polêmicas guerras santas, as Cruzadas, destruição e cremação de cientistas ou bruxos e suas publicações até casos recentes de perdão a crimes como pedofilia ou operações envolvendo problemas financeiros, o lado controverso da igreja disputa espaço com o lado das mensagens positivas que a organização tenta passar.

Em temas polêmicos assim, iremos falar de um monumento singular capaz de provocar algumas discussões. Localizado dentro da Sala de Audiência Paulo IV, dentro do Vaticano, está um trono de bronze que foi concluído em 197.

Oficialmente, a estátua de bronze é uma representação da ressurreição de Jesus Cristo. É possível perceber que uma figura com os mesmos traços de Jesus surge de uma confusão de caos e demônios, ascendendo aos céus. O próprio criador da obra, o escultor italiano Pericle Fazzini, explica a peça como “Cristo emergindo de um cratera aberto por uma bomba nuclear, uma terrível explosão, um vórtice de violência e energia”.

One of 38 new Swiss Guard recruits is sworn in during a ceremony in Paul VI hall at the Vatican May 6. New recruits are sworn in every year on May 6, commemorating the date on which 147 Swiss soldiers died defending the pope during an attack on Rome in 1527. (CNS photo/Max Rossi, Reuters) (May 7, 2007) See POPE-GUARDS May 7, 2007.

Fazzini esculpiu a peça “A Ressurreição” em bronze vermelho e amarelo, alcançando 20 metros de largura por 7 de altura e 3 de profundidade. A obra foi divulgada pelo papa Paulo VI, em 1977 e toma a maior parte do palco da sala, onde o papa costuma fazer algumas audiências e celebrações.

Por conta das imagens relativamente assustadoras, se comparadas às mais tradicionais representações cristãs, vários pessoas percebem a peça como horripilante, podendo ser vista até mesmo como uma obra satânica, que indicaria estranhas conexões da igreja. Apesar disso, a postura da igreja claramente é de classificar o conteúdo das informações como ridículo e sem sentido.

1

One of 38 new Swiss Guard recruits is sworn in during a ceremony in Paul VI hall at the Vatican May 6. New recruits are sworn in every year on May 6, commemorating the date on which 147 Swiss soldiers died defending the pope during an attack on Rome in 1527. (CNS photo/Max Rossi, Reuters) (May 7, 2007) See POPE-GUARDS May 7, 2007.

Ainda assim, é inegável que a obra tenha um ar macabro e capaz de gerar uma sensação de incômodo, mesmo que religiosa, não é mesmo?

25 melhores fantasias de pai e filho do Halloween

Matéria anterior

O que aconteceu com o Cartel de Medellín e familiares depois da morte de Escobar?

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos