icone menu logo logo-fatosnerd.png


Conheça Time Paradox Ghostwriter, a nova aposta da Shonen Jump

POR Letícia Dias EM Notícias 22/05/20 às 16h29

capa do post Conheça Time Paradox Ghostwriter, a nova aposta da Shonen Jump

Com o fim do mangá de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba anunciado, a Shonen Jump está em busca de uma nova aposta. Visto que a obra de Koyoharu Gotoge se mostrou um grande sucesso, superando One Piecebatendo diversos recordes de vendas, a editora tem um grande desafio pela frente. No entanto, não quer dizer que a Shueisha não esteja tentando. Como resultado disso, na mesma edição onde Demon Slayer foi concluído, Time Paradox Ghostwriter realizou sua estreia. Desde já avisamos que os leitores não poderiam estar esperando algo mais diferente. Em suma, esse novo projeto gira em torno do desenvolvimento de um mangá. Alô, foi aqui que pediram um pouco de metalinguagem?

Então, caso a premissa da narrativa tenha soado confusa, fique tranquilo, é assim mesmo. Bom, a narrativa, basicamente, se trata de uma ficção científica que quebra a quarta parede e conta as tribulações envolvendo a elaboração de um mangá. Assim vemos a Shonen Jump assumir um papel dentro de uma de suas próprias publicações. Logo no capítulo inicial de Time Paradox Ghostwriter - se você não quer spoiler, é melhor parar por aqui - somos apresentados à Sasaki Teppei, um aspirante a mangaká. Em seguida acompanhamos Sasaki tentando vender a ideia de um one-shot à Kikuse, editor da Jump.

Ao passo que o artista apresenta seu conceito, notamos que seus storyboards não se destacam. Sendo assim, não demora para que Kikuse diga que as ideias do jovem são "normais" demais. Além disso, o editor também aconselha Sakasi a olhar para dentro de si e "desenhar algo que só você pode desenhar". Como bem pontuado pelo CBR, apesar de não ser literal, essa citação poderia facilmente ser um aceno de nomes experientes no ramo para mangakás iniciantes. No entanto, a verdadeira aventura de Sasaki começa em seguida.

Uma história deveras autêntica

Após a reunião com Kikuse, Sasaki passa a noite toda trabalhando em um novo storyboard. Novamente, ele leva o projeto para o editor que, mais uma vez, diz que a história é vazia. Então, o mangaká frustrado volta para seu apartamento, completamente derrotado e, a partir daí, coisas estranhas começam a acontecer. Um raio atinge o microondas de Sasaki e o funde com um pequeno robô de brinquedo que estava em cima dele. Em seguida, o aparelho faz um barulho e, ao abrir o mesmo, Sasaki encontra uma edição da Weekly Shonen Jump datada como 2030. Surpreendentemente, o conteúdo na revista parecia um sucesso extraordinário.

Depois do desaparecimento espontâneo do material, Sasaki passa a acreditar que aquilo foi tudo alucinação. Todavia, real ou não, o mangaká aproveitou para reproduzir a história que lera no exemplar do futuro. Posteriormente, ele retorna ao editor e, dessa vez, é recebido calorosamente. Até então, esses são os detalhes envolvendo Time Paradox Ghostwriter. E aí, o que achou? Vai dar uma chance para o mangá? Compartilhe sua opinião com a gente.


Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens Shueisha
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest