• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Em 47 anos, essa mulher adotou 45 crianças, sendo muitas delas deficientes

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      24/07/19 às 15h22

O amor move montanhas e faz o impossível. Não tem nada no mundo que possa explicar o que essa chinesa fez. Apenas e simplesmente o amor. Hoje com 71 anos, Kong Zhenlan, uma chinesa que vive na província de Shanxi, é um exemplo do que a amor pode fazer com as pessoas. Ela dedicou os últimos 47 anos da sua vida a cuidar de crianças abandonadas, órfãs e com alguma deficiência física. Ela tem atualmente 45 filhos do coração. O mais velho tem 45 anos e o caçula da família Zhenlan tem apenas nove meses.

Em todos esses anos, ela enfrentou várias dificuldades. Mas nunca deixou faltar comida, um teto e acesso à educação a cada um dos seus filhos. Tudo começou na década de 1960, quando Kong não aguentava mais passar pelo orfanato do condado chinês de Jixian, e ver tantas crianças abandonadas. Aquela situação foi demais para a mulher, que decidiu adotar um deles. E aquele primeiro bebê abriu as portas para mais 44 filhos que a chinesa viria a adotar ao longo de sua vida. Conheça um pouco da história de generosidade e amor dessa mulher.

Mãe de 45 filhos

Kong Zhenlan costumava passar em frente ao orfanato de Jixian, quase que diariamente, na década de 1960. O que para muitos não causava nem um pouco de empatia, para Kong, era uma tortura. Ver tantas crianças à mercê, abandonadas. Muitas delas até passando fome. Tudo aquilo comovia a mulher. Em um certo dia, ela resolveu entrar no orfanato e foi quando tomou a atitude que mudaria a sua vida: adotar. Quando pegou um dos órfãos em seus braços, ela teve certeza da sua decisão. Naquele dia, ela adotou o seu primeiro filho, que hoje tem quase 50 anos de idade.

Embora não tivesse condições de sustentar uma família inteira, Kong não desistiu da sua missão. E ainda assim continuou a adotar e alimentar os seus filhos. O seu salário não dava para arcar com todas as despesas, e foram diversas as vezes que ela não tinha dinheiro para comprar comida. Nessas situações, ela chegava a procurar sobras nos lixos de restaurantes.

Mesmo com todas as dificuldades, a família sempre se manteve unida, e isso incluía o hábito de uns sempre ajudarem os outros. Hoje em dia, os filhos mais velhos já possuem suas próprias famílias e não moram mais com a mãe. Muitos deles moram ainda na China continental. E continuam ajudando a sua mãe a criar os seus irmãos mais novos. Eles, inclusive, contribuem mensalmente com a família.

A família

Mesmo com todas as dificuldades que enfrentou para cuidar de todos os filhos, ela sempre fez questão de que todos eles tivessem acesso à educação. Assim, ela fez com que todos eles frequentassem a escola. Inclusive, alguns deles até se graduaram em cursos superiores. Hoje, a família Zhenlan tem médicos e professores.

Em entrevista ao site Pear Video, Kong afirma que, durante todos esses anos, ela abandonou as noites de sono. Ela conta que costuma colocar as crianças para dormir por volta de meia-noite e acorda sempre às 2 horas, para conferir se todos estão bem. Isso está longe de ser um sacrifício para ela que, mesmo com uma idade avançada, não parou de aumentar a família. O mais novo integrante do clã tem apenas 9 meses de idade. E se depender dela, a família ainda vai crescer mais, afinal ainda existem muitas crianças que precisam de um lar de verdade.

E você, o que achou da história dessa mãe? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Imagens Mdig
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+