Curiosidades

Essa tatuagem foi feita por um robô usando 5G com o tatuador a seis mil quilômetros de distância

0

Uma das formas de modificação corporal mais usadas no mundo é a tatuagem. Ela é uma arte feita na pele humana com uma aplicação subcutânea com pigmentos que são injetados através de agulhas.

Existem as pessoas que amam e as que odeiam. As que são adeptas da tatuagem dizem que, depois que se faz a primeira, não se quer parar mais. Os registros das primeiras tatuagens são antigos. Já foram encontrados registros no antigo Egito. Da mesma forma que indícios de  desenhos sobre a pele também já foram encontrados em diferentes povos de culturas milenares. De maneira independente, esse tipo de manifestação artística foi surgindo em diferentes partes do mundo, até que de uma vez por todas, se popularizou nos dias de hoje.

Atualmente as tatuagens são muito comuns. Está se tornando difícil encontrar uma pessoa que não possua pelo menos um desenho ou uma frase em sua pele. Existem trabalhos incríveis, de tirar o fôlego de qualquer um. E com o avanço da tecnologia, a arte de tatuar também tem mudado.

Tatuagem

Como o visto nessa ação de uma campanha de marketing para a telecom T-Mobile da Holanda. Nela, Stijn Fransen, personalidade da tv holandesa, teve a tatuagem de um tatuador em seu corpo, mas a recebeu de forma remota através de um robô usando 5G.

O tatuador Wes Thomas tatuou Fransen de maneira remota usando um braço robótico inteligente. Esse braço usou aprendizado de máquina para saber qual era a posição do braço de Fransen.

O projeto foi apelidado de “The Impossible Tattoo”. E o braço robótico foi construído e programado pelo tecnólogo Noel Drew no decorrer de várias semanas. Ele tinha que ser movido a 5G e permitir que Thomas conseguisse detectar o cliente à distância.

“Cada parte da construção foi considerada, comprada especificamente ou projetada, desenvolvida e fabricada aqui do zero”, contou.

“Várias etapas de desenvolvimento de software e hardware, iteração constante de projetos e prototipagem, um banco de impressoras 3D que trabalharam quase 24 horas por dia, 7 dias por semana, produzindo peças. Muitas abóboras foram feridas no ciclo de testes antes de serem refinadas e para o mundo real”, lembrou.

Processo

Incrivelmente, Frasen estava segura quanto ao processo e não hesitou em nenhum momento. E felizmente também não tinham falhas no projeto do braço. E para garantir que a agulha não fosse muito fundo, um potencialiômetro monitorou a superfície do braço de Frasen.

“A inicialização e calibração do robô antes da tatuagem propriamente dita foram bastante complicadas, então achei importante para Stijn ver todo o processo e entender em detalhes o que aconteceria quando ela estivesse na berlinda. Ela estava incrivelmente calma sobre a coisa toda”, lembrou Drew.

No fim desse processo ninguém se feriu. O objetivo da T-Mobile era vender a sua cobertura 5G mostrando que tinha uma ótima qualidade. Mas a campanha publicitária da marca também é uma grande prova do poder da robótica. Além de mostrar também o poder de aprendizado de uma máquina também.

Experimento isola 15 pessoas em caverna por 40 dias

Matéria anterior

Conteúdo do estômago de uma mosca de 47 milhões de anos foi examinado pela primeira vez

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar