Curiosidades

Esse homem, durante um ano, construiu seu sonho com as próprias mãos e o resultado não poderia ser mais incrível

0

Um decorador demorou 12 meses para projetar os ambientes em um bar na Rússia. Mas um detalhe chamou a atenção de muita gente: ele usou as próprias mãos para fazer tudo. Alexey Steshak denominou o projeto de Black Bar, em Altai Republic, Rússia.

No projeto, ele utilizou várias características da arte, como o mosaico, design de interiores, modelagem, design de móveis, carpintaria, trabalhos em metal e outros. Segundo Steshak, para desenvolver a proposta levou em conta a história do local, e transformou coisas que aparentemente ninguém dava valor.

De acordo com o artista, tudo começou em 1876 com o professor Melt, que após 25 anos de atividades acadêmicas, inventou um método de derretimento, e por conta dessa criatividade ele chegou a levar o prêmio Nobel. Foi no World Science Festival que Melt conseguiu fazer a sua demonstração e conheceu o empresário Gilbert Black.

Ele ficou tão impressionado com a invenção que sugeriu a Melt estabelecer uma fábrica de fundição de madeira. Após muitos meses de preparativos o empreendimento foi inaugurado. Um robô supervisionava todo o processo de derretimento porque a temperatura interna era alta e insuportável para um ser humano.

Mas quando a empresa estava no auge uma catástrofe a destruiu. Após ouvir detalhes sobre a história do local, Alexey Steshak começou a desenvolver o projeto do ambiente. Segundo ele, utilizou o teto que havia sido derretido com a catástrofe e transformou em um quadro de espelho.

Além disso ele modificou um outro ambiente da antiga fábrica, o local onde os funcionários trabalhavam, que se transformou em mesas e balcões para o bar.

Já um armazém onde antes era usado como local para as misturas de fusão se transformou em um banheiro para homens.

E um celeiro em um banheiro para as mulheres.

No local foram encontradas diversas imagens, que foram penduradas na parede do bar. Um dos retratos é de uma mulher desconhecida. Até onde se sabe seria da namorada do professor Melt. Mas o nome nunca foi descoberto. As imagens foram mantidas no bar.

O artista ainda reproduziu um robô que tinha na antiga fábrica, na porcelana de uma pia.

Devido à explosão, Steshak conta que a porta de entrada ficou emperrada durante muito tempo e a parede foi queimada, mas ele usou a criatividade e transformou o local.

Existia um outro local na antiga fábrica que ficou fechado durante muito tempo por conta da explosão, mas o artista conseguiu abrir o ambiente e descobriu o que estava escondido lá dentro. Ele utilizou o robô criado pelo professor como suporte de energia do local.

Além de criar um ambiente baseado na história do local, ele produziu também algumas peças que foram utilizadas no bar, como um suporte para lâmpadas.

Vários mosaicos também foram feitos para ajudar na decoração do bar.

Quanta criatividade e talento. O que você achou da criação desse artista? Deixe seu comentário.

7 melhores torneios marciais dos animes

Matéria anterior

Conheça a verdadeira história por trás do homem que inspirou o Zorro

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.