icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Dados da fase 2 da vacina de Oxford mostram enorme eficácia em adultos mais velhos

POR Erik Ely EM Ciência e Tecnologia 20/11/20 às 23h13

capa do post Dados da fase 2 da vacina de Oxford mostram enorme eficácia em adultos mais velhos

No último mês, tivemos notícias muito boas sobre as vacinas de Covid-19. Em destaque, citamos dados da fase 2 da vacina de Oxford, que mostram enorme eficácia em adultos mais velhos. Assim, depois dos resultados provisórios e promissores das vacinas Pfizer e Moderna, essas novidades nos trouxeram esperanças sobre as tão sonhadas vacinas.

Na fase 2 da vacina de Oxford (também chamada de "ChAdOx1 nCoV-19"), 560 pessoas receberam as duas doses da vacina, como será o padrão de muitas vacinas. Com isso, a equipe envolvida na pesquisa relatou como foram os resultados 14 após a segunda dose. Logo, dos 209 participantes, 208 possuíam os anticorpos neutralizantes.

Qual a importância desses resultados?

De fato, esse é um resultado muito encorajador, mas por quê? Como nos lembram os pesquisadores, ter quase o mesmo tipo de resposta imunológica que temos em jovens em pessoas mais velhas é extremamente difícil. "Induzir respostas imunes robustas em adultos mais velhos tem sido um desafio de longa data na pesquisa de vacinas humanas", afirma Angela Minassian, investigadora da Universidade de Oxford e consultora honorária de doenças infecciosas.

Do número total de participantes da testagem, 240 tinham mais de 70 anos. No entanto, suas respostas imunológicas eram semelhantes as de jovens que participaram do mesmo teste, mas na fase 1. Vale lembrar também que este é um resultado muito importante, considerando pessoas mais velhas são um dos grupos de maior risco. "Mostrar que esta tecnologia de vacina é capaz de induzir essas respostas na faixa etária de maior risco da Covid-19, oferece esperança de que a eficácia da vacina seja semelhante em adultos jovens e idosos", afirma Minassian.

Outra excelente notícia é que os efeitos colaterais da vacina tem se mostrado controlados. Dessa forma, eles afetam apenas o local da injeção por um curto período de tempo. Por outro lado, adultos mais velhos são menos propensos a ter reações locais onde receberam a injeção.

O que esperar dos próximos testes da fase 3 da vacina?

Vale ressaltar a importância de tais testes, uma vez que eles são voltados para aquelas pessoas que terão acesso prioritário as doses. "Os adultos mais velhos são um grupo prioritário para a vacinação de Covid-19 porque eles têm risco aumentado de doença grave", afirma Maheshi Ramasamy, investigador do Grupo de Vacinas Oxford e Médico Consultor do projeto. Mas também, "sabemos que eles tendem a ter respostas mais fracas à vacina", completa. Por isso, é que esses testes são tão importantes e os resultados tão animadores.

Esta é uma vacina que usa um adenovírus de chimpanzé geneticamente modificado para ter as mesmas proteínas de pico externas do SARS-CoV-2, o vírus por trás da Covid-19. Este adenovírus não infecta humanos, mas sua presença treina nosso sistema imunológico para reconhecer essas proteínas de pico como um perigo.

A vacina de Oxford está atualmente passando pelos testes da fase 3, em que existem 40.051 participantes inscritos até o momento. Com isso, espera-se que mais resultados sejam divulgados nas próximas semanas. "Ficamos satisfeitos em ver que nossa vacina não foi apenas bem tolerada em adultos mais velhos. Mas também, estimulou respostas imunológicas semelhantes às observadas em voluntários mais jovens. O próximo passo será ver se isso se traduz em proteção contra a própria doença", afirma Ramasamy.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest