Notícias

‘Golpe do chocolate’ cresce perto da Páscoa; veja o que é e como se proteger

0

Com a chegada da Páscoa, que será celebrada em 9 de abril deste ano, fraudadores e criminosos já estão tentando enganar pessoas com o golpe do chocolate.

Essa fraude normalmente chega por meio de aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, e é uma variação do golpe do presente.

Os criminosos informam ao consumidor que ele ganhou uma cesta de chocolate e que o presente será enviado diretamente para o seu endereço.

Via Freepik

Eles costumam usar nomes de marcas conhecidas, como Cacau Show e Kopenhagen, para dar credibilidade ao golpe.

No entanto, para receber o presente, o cliente precisa pagar uma taxa de entrega. Quando o entregador chega com a cesta, ele traz uma maquininha de cartão e, sem que a vítima perceba, insere valores altos.

Isso ocorre porque as maquininhas podem apresentar tarjas escuras no visor, sob alegação de que está com defeito na tela. Além disso, também mantém o aparelho na mão do entregador, que oculta o valor informado.

Além disso, o cartão pode ser clonado para novas compras em terminais próprios para copiar os dados. A vítima só percebe o golpe quando chega a fatura digital do cartão ou quando vê o saldo da sua conta bancária.

Alerta

A Cacau Show divulgou um comunicado informando que não cobra valores no ato da entrega e recomendou que os consumidores recusem qualquer tentativa de entrega de produtos da marca que envolva cobrança adicional de frete.

Todas as promoções possuem divulgação oficial na conta das redes sociais, com as informações de participação. Por isso, é importante se atentar para informes suspeitos ou repentinos.

A Kopenhagen também alertou sobre os riscos desse tipo de golpe do chocolate nas redes sociais.

Via Pexels

Como se proteger do golpe do chocolate?

Algumas atitudes podem ajudar a evitar cair em golpes desse tipo. Empresas que oferecem produtos ou prêmios gratuitos geralmente não cobram taxas de entrega. Por isso, desconfie sempre que receber solicitações como essa.

Se estiver em dúvida, busque os canais oficiais de atendimento das empresas ou tente contato com elas através das redes sociais. Isso pode ser suficiente para prevenir o golpe do chocolate.

É importante lembrar que as marcas não pedem informações financeiras por meio do WhatsApp. Além disso, nunca informe seus dados pessoais ou clique em links suspeitos, mesmo que receba o envio de pessoas da família ou de amigos.

O que fazer ao cair?

Cair em um golpe como o do chocolate pode ser uma experiência desagradável e prejudicial para a sua segurança financeira. Se isso acontecer, é importante tomar medidas imediatas para minimizar os danos.

A primeira coisa que você deve fazer é abrir um boletim de ocorrência (BO) na delegacia de polícia mais próxima. Isso porque o BO é uma prova formal do crime e pode ser usado para ajudar nas investigações policiais.

Via Freepik

Também é importante obter o número de contato do golpista. Isso pode ajudar a polícia a rastrear o criminoso e, possivelmente, recuperar seu dinheiro.

Além disso, bloqueie seu cartão bancário imediatamente. Entre em contato com seu banco ou instituição financeira e informe o ocorrido. Eles podem bloquear o cartão para evitar que o criminoso faça mais compras fraudulentas com seus dados.

Por fim, tente contestar a compra junto ao seu banco ou operadora do cartão de crédito. Explique a situação e forneça todas as informações necessárias, incluindo o número de contato do golpista e o BO registrado na polícia.

Lembre-se de que prevenir é sempre a melhor opção. Tome cuidado com golpes desse tipo e desconfie sempre que solicitarem informações financeiras ou cobranças inesperadas.

Seja cauteloso ao receber presentes ou promoções por meio de aplicativos de mensagem ou redes sociais. Assim, com essas precauções, você pode se proteger contra fraudes e manter sua segurança financeira.

 

Fonte: Itatiaia

Imagens: Pexels, Freepik, Freepik

Planeta com quase o mesmo tamanho da Terra é encontrado bem perto

Artigo anterior

Conheça William Sidis, o homem mais inteligente do mundo

Próximo artigo