• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Hitler queria reviver bisão extinto há 9000 anos

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      19/08/19 às 14h44

Durante a Segunda Guerra Mundial, incontáveis foram as atrocidades cometidas por Adolf Hitler e Hermann Göring, em relação a experimentos genéticos. Incluindo experiências em humanos, nos campos de concentração. Em um desses experimentos, a dupla desejava trazer de volta à vida um bisão que havia sido extinto há 9 mil anos. Isso, motivado pela ideia de resgatar alguma coisas relacionadas às tribos germânicas originais.

Entre esses povos, a figura desses animais gigantes, de mais de dois metros, era muito emblemática. Então, por que não revivê-los? Certamente pensavam eles. Nos dias atuais, talvez, este projeto não fosse tão desafiador para ser executado. Atualmente, já existem diversas pesquisas e estudos que se concentram na viabilização do ressurgimento de espécies como o mamute. No entanto, se tratando do Terceiro Reich, as coisas sempre possuíam um plano de fundo obscuro e os limites da crueldade pareciam não existir.

O bisão que Hitler e Hermann desejavam reviver era muito maior do que qualquer bisão dos dias atuais. Muitas vezes, ultrapassando os dois metros de altura. Além do mais, chegavam a ter um comprimento de quatro metros e meio e chegavam a pesar 3 toneladas. Uma verdadeira maravilha pré-histórica, que se extinguiu, mas que acabou dando lugar as espécies menores, que conhecemos nos dias atuais.

Ninguém havia dado atenção a eles, até alguns anos atrás, quando alguns documentos do Terceiro Reich foram encontrados. Neles, era explícita a intenção de recuperar geneticamente a espécie, que foi perdida há longos 9 mil anos. Tudo isso acabou levantando um questionamento bem pertinente. Por que os nazistas tinham intenção de reviver um animal? Qual a finalidade de tamanho esforço? Responder esses questionamentos, sem dúvida alguma, foi um grande desafio.

Buscas intensas

A hipótese mais provável é de que, assim como eles tentaram criar uma raça ariana de pureza absoluta, que representasse o povo germânico, eles também queriam recriar algumas criaturas selvagens, que viveram com essa população ancestral. Isso foi evidenciado pela grande quantidade de documentos sobre investigações secretas realizadas, nas florestas da Europa Oriental.

Hermann Göring, que foi tenente de Hitler e chefe da Luftwaffe, liderou esta intensa investigação, na qual se envolveram médicos e biólogos. Eles investigaram não somente museus e laboratórios, como também sítios arqueológicos. Eles planejavam criar uma seleção genética e assim localizar o genoma do bisão.

Experimentos genéticos também foram amplamente realizados em humanos. Especialmente tentando obter uma seleção de características específicas, como olhos claros e cabelos loiros. Uma vez que essas características, para eles, representavam a verdadeira pureza ariana. Os cientistas de Hitler também estavam bastante interessados em gêmeos. Eles queriam descobrir como duas pessoas conseguiam ter aparência tão similar.

A verdade é que esse estranho projeto de reviver o bisão pré-histórico não resultou em, basicamente, nada. Ao menos é o que se sabe. Outro projeto inconclusivo como este foi a busca pelo Santo Graal. Bem como a Arca da Aliança e a Lança do Destino. Os diversos tentáculos do Terceiro Reich aparentemente não tentavam conquistar apenas o mundo, mas também suas relíquias, fantasmas do passado e criaturas pré-históricas.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+