Comer é um dos melhores prazeres da vida para muitas pessoas. Mas também é um dos sete pecados capitais. Todos nós já ouvimos que o que não mata, engorda, mas levar esse ditado muito à sério pode não ser uma coisa boa.

O avanço tecnológico mudou e continua a mudar a nossa vida de forma significativa, e em todos os âmbitos. A forma como vemos o mundo, nos comunicamos, nos transportamos, e vivemos. E isso inclui a nossa alimentação, que tem passado por mudanças até então silenciosas. Mas acontece que as tendências futuras são um tanto quanto problemáticas, tendo em vista que a superpopulação irá tornar todos os recursos já existentes limitados. Então, para atender à maior demanda que teremos no futuro, precisaremos reinventar tudo o que temos hoje, inclusive os alimentos.

Muitos alimentos, que conhecemos hoje, podem não existir dessa forma, em algumas décadas. Mas claro que tem casos totalmente insanos de pessoas comendo coisas que não são comidas.

Publicidade
continue a leitura

Celular

Publicidade
continue a leitura

Em uma brincadeira entre amigos, há aproximadamente sete meses, um egípcio de 28 anos engoliu um celular imaginando que ele conseguiria vomitá-lo sem nenhum problema. Mas como poderia ser previsto, as coisas não aconteceram exatamente como o jovem tinha planejado.

Recentemente, o jovem foi a um hospital estatal na província de Benha, que fica ao norte do Cairo, De acordo com o revelado por um ultrassom, foi possível ver o telefone celular no estômago do jovem. Quem confirmou isso foi o médico Mohammed Al Jazar, cirurgião cardíaco e especialista em tumores pulmonares. “O paciente foi encaminhado ao departamento de cirurgia geral do hospital para uma operação de emergência”, disse.

Publicidade
continue a leitura

De acordo com o portal Akhbar Al Youm, o paciente não tinha contado a respeito do incidente para sua família já que ele imaginava que conseguiria resolver o problema sem precisar de nenhuma intervenção extrema. Mas claro que tudo foi um erro de cálculo.

Publicado em: 29/09/20 14h10