Entretenimento

Humorista acusado de agressão pede guarda de PlayStation 5 na justiça

0

O caso de Juliano Gaspar e Lea Maria tomou um novo rumo, bastante curioso. O comediante decidiu entrar com um processo na Justiça para reaver alguns de seus pertences, incluindo um Playstation 5.

Segundo o humorista, sua ex-esposa, que também trabalha com comédia, recusou-se a devolver seus pertences após a separação do casal.

Há aproximadamente quatro meses, Gaspar foi acusado de agressão por sua agora ex-esposa.

Na época, ela alegou ser vítima de violência física e psicológica. No entanto, o comediante negou veementemente as acusações. Também afirmou que também sofria agressões e era mantido em cárcere privado.

Conforme relatado pela mídia, o humorista solicitou à Justiça uma medida cautelar de urgência para a entrega ou apreensão dos bens e equipamentos de trabalho que teriam ficado com sua ex-esposa.

Via Metrópoles

Seus advogados argumentaram que o acordo de divórcio estabelecia a devolução dos itens, mas isso nunca ocorreu.

Segundo um documento ao qual o portal teve acesso, Lea teria devolvido apenas alguns pertences que estavam separados.

Agora, Gaspar está pedindo que ela também devolva uma câmera Sony a7iii, os cartões de memória da câmera, três HDs externos com material de trabalho e um controlador de som MPC One.

Além disso, também tem em seu nome um tripé K&F, um gravador de áudio Zoom H6, um controlador AKAI MPC One e uma caixa de som ativa Sound Port, além do Playstation 5 com os controles. Todos fazem parte dos seus materiais de trabalho.

É possível?

É possível acionar a justiça para pedir a custódia de bens após um divórcio.

Isso ocorre em alguns casos específicos. Por exemplo, quando há disputas sobre a divisão dos bens, ou quando uma das partes se recusa a devolver os itens acordados no processo de divórcio.

Nesse caso, é possível entrar com uma ação judicial para buscar a custódia desses bens.

Geralmente, a divisão dos bens é decidida durante o processo de divórcio, e um acordo é alcançado entre as partes ou determinado pelo tribunal.

Contudo, se uma das partes não cumprir o acordo ou se recusar a devolver os bens, a parte prejudicada pode buscar a intervenção da justiça para garantir a custódia dos itens.

Nesses casos, é importante contar com a assessoria de um advogado com especialização em direito de família.

Assim, ele poderá orientar sobre os procedimentos legais necessários e os recursos disponíveis para resolver a disputa e buscar a custódia dos bens após o divórcio.

Foi o que aconteceu com o caso de Juliano Gaspar e sua esposa.

Via Metrópoles

Caso Juliano Gaspar

No caso específico do comediante Juliano Gaspar, o fato de estar pleiteando a custódia de um videogame, como o Playstation 5, chama a atenção.

Embora possa parecer trivial à primeira vista, é importante destacar que o valor desses equipamentos eletrônicos pode ser expressivo.

Isso é especialmente válido considerando o contexto atual em que a demanda por consoles de última geração tem superado a oferta.

Apesar de que seja compreensível que a atenção seja voltada para a preservação de bens de valor material, é importante ressaltar que as disputas de custódia de bens após um divórcio não se limitam apenas a itens de alto valor monetário.

Muitas vezes, a luta pela custódia envolve questões emocionais, simbólicas ou de significado pessoal.

No entanto, independentemente do valor financeiro do objeto em questão, o objetivo principal de uma disputa de custódia de bens após o divórcio é garantir o respeito aos acordos do processo de divórcio.

Assim, ambas as partes recebem seus direitos de propriedade conforme o estabelecido legalmente.

 

Fonte: Metrópoles

Imagens: Metrópoles, Metrópoles

Mulher dá à luz quadrigêmeos em gravidez descoberta ao investigar tumor

Previous article

Mãe e filha discutem e tentam se agredir no ‘Programa do Ratinho’

Next article

Comments

Comments are closed.