Curiosidades

Inglaterra aprova vacina da Pfizer e vacinação pode começar ainda em dezembro

0

Estamos vivendo a pandemia do coronavírus há praticamente um ano. Por ser um vírus mortal, as autoridades de todo mundo se mobilizaram com a situação e tentaram conter o surto. A propagação desse novo tipo de coronavírus, tanto pela Ásia, como em outros continentes, deixou o mundo todo em estado de alerta.

Desde a sua identificação, ele já fez várias vítimas e infectou inúmeras pessoas. E os números não param de crescer. Na urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia de coronavírus, laboratórios do mundo inteiro se mobilizaram em busca de uma vacina eficaz contra a COVID-19.

Aprovação

Felizmente, parece que todo esse esforço valeu a pena. Isso porque, o Reino Unido anunciou nessa quarta-feira que aprovou a vacina contra o novo coronavírus produzida pelas farmacêuticas Pfizer e Biontech.

Essa vacina também tem a base em RNA mensageiro. Já em julho, os cientistas tinham divulgado os resultados das fases 1 e 2. Nenhum dos voluntários teve sintomas graves. E os anticorpos neutralizantes foram gerados pela imunidade de todos os participantes.

Além disso, os anticorpos neutralizantes apareceram em uma quantidade maior do que nas pessoas que se recuperaram do vírus. Entre 80 e 180% a mais.

De acordo com mais dados disponibilizados pelos cientistas a vacina parece ser segura e tem uma forte resposta imune. Realizada a fase 3 de testes, a empresa viu que sua vacina contra o novo coronavírus realmente funciona como o previsto.

Vacina

Além da aprovação da vacina, de acordo com o governo do Reino Unido, a campanha de vacinação já irá começar na semana que vem. O ministro da saúde britânico, Matt Hancock, disse à Sky News que a agência reguladora local aprovou a vacina da Pfizer.

“No início da próxima semana, começaremos um programa de vacinação de pessoas contra Covid-19 neste país”, disse.

No começo de novembro, a Pfizer e a BioNTech anunciaram que a BNT162b2, sua candidata à vacina contra o COVID-19, tem mais de 90% de eficácia na prevenção do vírus. Isso, segundo os dados iniciais do estudo da fase 3. No entanto, esses dados ainda não foram publicados em nenhuma revista científica.

Marvel cancela vários títulos de uma vez só

Matéria anterior

6 livros que causaram grandes danos ao mundo

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.