icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Lula do tamanho de um carro é encontrada em praia na África do Sul

POR Erik Ely EM Ciência e Tecnologia 25/06/20 às 10h00

capa do post Lula do tamanho de um carro é encontrada em praia na África do Sul

Recentemente, banhistas que estavam na cidade de Britannia Bay, na África do Sul, se depararam com uma lula do tamanho de um carro. Ao ver a lula, Adéle Grosse, uma moradora da região, ficou assustada com o animal, mas, imediatamente, tentou levar o animal de volta à água. Porém, ao fazer isso, Adéle percebeu que o animal já estava morto.

No dia sete de junho, Adéle estava caminhando pela praia Golden Mile Beach, como fazia de costume. No entanto, ao ver a lula-gigante (Architeuthis dux), a mulher ficou sem ar por um momento. "Honestamente, parecia um animal pré-histórico majestoso", afirmou a mulher.

A lula-gigante pesava entre 200 e 300 kg

Antes de Adéle avistar a lula, um outro morador, Richard Davies tentou mover o animal. De acordo com ele, a lula ainda estava respirando com ele a encontrou. No entanto, ele falhou miseravelmente nessa missão. Isso porque, o animal pesava entre 200 e 300 kg e possuía mais de 4 metros de comprimento. Desse modo, mesmo do tamanho de um carro, pesquisadores acreditam que a lula ainda não havia atingido a idade adulta. "Foi triste porque eu pude ver que estava morrendo", afirmou Davies.

Além do animal gigantesco ter sido encontrado na praia, uma outra coisa surpreendeu os banhistas, o fato de que o animal não parecia estar morto. Dessa forma, ela estava absolutamente intacta. Por isso, muitas das pessoas que passavam pela praia acreditavam que o animal não estivesse morto. Assim, não havia marcas de mordida, de ataque por outros animais, de rede ou de óleo vazado. Portanto, a teoria mais aceita é que águas agitadas carregaram o animal até a areia, onde morreu asfixiado. "Tivemos grandes ondas na noite anterior, e eu entendi que a onda levou essa bela lula para a praia nas primeiras horas da manhã", afirmou Grosse.

Depois de tentar ajudar o animal Richard registrou algumas imagens surpreendentes da lula-gigante. Outras imagens das quais tivemos acesso foram feitas por Adéle. Dito isso, essas são algumas das poucas imagens que temos dos animais. Isso porque, as lulas gigantes não são vistas em seu habitat natural desde 2004.

O animal está sendo estudado por pesquisadores

Mesmo que as equipes de pesquisa tenham ficado bastante empolgadas com a possibilidade de estudar o animal, isso não será possível, pelo menos não por agora. Dessa forma, a lula-gigante foi levada para um lugar adequado e congelada. Assim, ela somente será estudada após o fim da pandemia de Covid-19 ou quando houver condições propícias para o trabalho. Somente então, os pesquisadores poderiam, de fato, entender o que aconteceu com o animal.

Pelo que sabemos, a lula era fêmea e poderia atingir até 13 metros de comprimento quando estivesse adulta. Para se ter uma ideia, a lula-gigante é o segundo maior invertebrado conhecido no reino animal, perdendo apenas para uma outra lula, que é ainda maior, a lula-colossal (Mesonychoteuthis hamiltoni), que pode passar dos 15 metros de comprimento.

Ainda não sabemos muito sobre as lulas gigantes, uma vez que elas não costumam ser vistas na superfície do oceano. Desse modo, elas habitam uma profundidade entre 600 e 1000 metros abaixo da superfície. Contudo, com a possibilidade de se estudar o espécime, podemos aprender muito mais sobre a lula-gigante em breve.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest