• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Quase 100 doenças estão ligadas a vapers

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      20/08/19 às 13h49

Os cigarros eletrônicos e vapers se tornaram sensação nos últimos anos. Muita gente que não era nem acostumado com o cigarro tradicional, começaram a usar esse tipo de vaporizador. Enquanto vários estudos já alertam sobre os danos do cigarro a saúde, ainda não existem muitas pesquisas que comprovem os efeitos de vaporizadores aos usuários. Mas o número de doenças ligadas a vapers tem assustado as autoridades nos Estados Unidos.

Só nos últimos dias foram registrados cerca de 100 casos de doenças pulmonares desconhecidas relacionadas ao uso de vapers e cigarros eletrônicos em pelo menos 14 estados. Ao menos 31 casos foram confirmados, e vários outros ainda estão sob investigação. O mais alarmante disso tudo, é que a maioria dos casos envolvia adolescentes e jovens. E muitos desses chegaram a ser hospitalizados, sendo submetidos a terapia intensiva. Até o momento, os médicos não sabem dizer se os pacientes irão se recuperar totalmente.

Surto de doenças

Autoridades de saúde americana estão alertando a população sobre o uso de cigarros eletrônicos e vapers. Depois de um surto de lesões pulmonares graves e potencialmente perigosas a população deve ficar em alerta. Os sintomas relatados incluem dificuldade para respirar, faltar de ar, dores no peito e desconforto. Alguns pacientes ainda relataram febre, tosse, vômito e diarreia.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças disseram em comunicado que pelo menos 5 estados têm casos confirmados. Entre eles a Califórnia, Illinois, Indiana, Minnesota e Wisconsin. Os esforços agora são para determinar as causas do surto de doenças pulmonares. A principal suspeita é que isso esteja de alguma forma liga do uso de cigarros eletrônicos "relatados entre adolescentes e jovens nas últimas semanas".

No total, as autoridades estão averiguando pelo menos 94 possíveis caos em 14 estados diferentes. Até o momento, não foram encontradas evidências consistentes de que uma possível doença infecciosa tenha sido a culpada por esses casos. Embora alguns casos sejam parecidos, as autoridades ainda não sabem dizer se as doenças estão associadas ao uso especifico de vaporizadores eletrônicos ou a ingredientes ou contaminantes inalados através deles.

Uso de vapers

Segundo as autoridades, os pacientes disseram que a prática do vaping inclui uma enorme variedade de substâncias, como a nicotina, produtos à base de maconha e outras soluções feitas pelos próprios usuários.

Na última década se viu um crescente aumento da popularidade de cigarros eletrônicos e vaporizadores. No entanto, há pouca pesquisa sobre os seus efeitos a longo prazo. E assim, as autoridades tem alertado sobre uma epidemia de vaping entre adolescentes menores de idade.

Juul é uma marca grande no mercado de vaporizadores nos Estados Unidos. Com a atual situação, a marca se pronunciou afirmando que está monitorando os relatórios de doenças. E que ainda conta com "sistemas robustos de monitoramento de segurança".

Gregory Conley, é o presidente da American Vaping Association, um grupo de que defende o uso de produtos vaping também se pronunciou sobre o assunto. Segundo eles, cerca de 10 milhões de adultos vaporizam nicotina a cada mês e não apresenta nenhum problema de saúde.

"Parece muito mais provável que os produtos que causam danos nos pulmões sejam vapores de rua feitos por amadores contendo THC ou drogas ilegais, e não nicotina", argumentou.

No entanto, os especialistas em saúde não têm tanta certeza sobre o efeito inofensivo desses dispositivos. "Nós não tivemos esse tipo de história com vaping para ser capaz de garantir a qualquer um - incluindo adolescentes - que esta é uma prática segura", disse Emily Chapman, diretora médica da Children's Minnesota.

E você, o que acha disso? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+