Uma coisa está intrigando diversas pessoas de Alagoas, na região nordeste do Brasil. Diversos pacotes sem indicações de origem começaram a aparecer nas praias do litoral do estado. Segundo o Instituto Biota de Conservação, já foram achados vários desses pacotes em diferentes trechos do estado entre quarta e quinta-feira, dias 24 e 25. Suspeitaram, inicialmente, que o material tratava-se de couro prensado. No entanto, o Biota diz que ainda não pode afirmar com tanta precisão e, pela análise inicial, se trata de algum tipo de produto animal.

“É um material bem resistente, altamente elástico, tem um pouco de mau cheiro, porém, a gente não consegue identificar se isso é de origem animal. Não me parece. Parece ser um produto sintético. Não parece couro, ao meu ver. Mas é uma incógnita”, disse Bruno Stephanis, diretor do Instituto. Já encontraram esses pacotes em oito municípios de Alagoas.  “De ontem pra hoje, registramos em praias de Maceió, Jequiá, Marechal, Coruripe, Roteiro, Paripueira, Japaratinga e Feliz Deserto. Em Jequiá foram, 2; em Roteiro, 3; em Maragogi, 8; em Feliz Deserto foram 9 e em Japarantinga, 10”, completou o biólogo.

Publicidade
continue a leitura

Ainda estudam a origem dos pacotes e o que os levou até às praias. Segundo o Biota, a hipótese principal é que os pacotes tenham sido descartados ou caíram acidentalmente de algum navio. Os achados serão encaminhados ao Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA-AL) para que seja feita uma avaliação. Segundo a Capitania dos Portos, há ocorrências também no estado do Ceará, mas ainda não foram revelados detalhes a respeito.

Publicidade
continue a leitura

E aí, o que você acha que é tudo isso? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Aproveite para compartilhar com seus amigos nas redes sociais e saber o que pensam a respeito. Lembrando sempre que o seu feedback é interação são coisas extremamente importantes para o nosso crescimento.

Publicidade
continue a leitura
Publicado em: 25/10/18 14h06