Ver cachorrinhos, gatinhos ou qualquer animal, preferencialmente filhos é uma coisa que todos nós adoramos ver, passamos até mesmo horas na frente do computador vendo diversos vídeos e histórias que nos deixam completamente estupefatos com a fofura. Existem inclusive diversas páginas no Facebook com esse conteúdo e a aceitação é imensa.

Podemos ver, se pesquisarmos um pouco diversos animaizinhos vestidos de super heróis ou qualquer outra coisa da cultura pop, isso é muito agradável aos nossos olhos e para quem gosta desses filhotes, desperta a vontade de fazer o mesmo em casa. E não seria uma má ideia pois renderia um belo álbum fotográfico, não é mesmo?

E nesse mesmo segmento, descobrimos a história de Niki Geroni-Lajoie, uma mulher de Toronto, Canadá que certo dia resolveu trocar o seu carpete de casa por um piso de madeira. Com essa troca, sua cadelinha da raça Pug, chamada Leia de 14 ficava imóvel, já não estava mais andando e ela percebeu esse comportamento, até que descobriu que o motivo disso era que ela estava escorregando no novo piso.

Publicidade
continue a leitura

Leia tomou um trauma por estar sempre escorregando, ainda não acostumada com o piso, por isso ela ficou imóvel e um tanto assustada. Niki afirma que:

"No outono passado arrancamos nossos tapetes em nossa casa e instalamos pisos de madeira e descobrimos que ela estava escorregando, deslizando e não pegando o jeito do chão". "Eu estava preocupada que ela estivesse torcido alguma coisa por já ser idosa"

Por esse motivo ela decidiu colocar meias na cadelinha e o resultado ficou extremamente fofo. As meias ajudam Leia a se equilibrar e não escorregar mais. Com isso, a mulher resolveu confeccionar vários modelos de meias para a pug, de todos os tipos e cores, realmente uma coleção enorme e fofa.

Publicidade
continue a leitura

Ainda afirma que antes das meias ela só conseguia ficar no carpete da sala latindo, pedindo por atenção, mas hoje ela corre livremente pela casa como antes e isso deixa Niki muito feliz.

Niki adotou Leia e seu irmão em um abrigo para animais há cerca de dois anos atrás mas infelizmente o cachorrinho morreu logo em seguida, restante apenas Leia, foi aí que ela decidiu adotar mais dois cãezinhos da mesma raça para fazer companhia a ela e na intenção de dar um lar cheio de amor para mais cachorros. A mulher ainda afirma:

"Leia é mais velha, então ela dorme muito, mas quando ela está acordada, ela é muito obstinada”, diz Niki ao The Dodo. “Ela é animada e pateta e ama a atenção mais do que qualquer outro cão que eu já conheci. Ela daria o seu reino por um tapinha na cabeça, isso é certo."

Publicidade
continue a leitura

A história tem ganhado muito espaço nas redes e as pessoas compartilhando as fotos da Pug pela fofura e diferença que é ver um cachorrinho trajando meias tão fofas. Realmente, dá vontade de pegar pra criar uma coisa dessas e ao mesmo tempo fazer em casa com os nossos petzinhos, né?

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando que o seu feedback e o seu compartilhamento serve para ajudar com que nós possamos crescer cada vez mais e levar sempre o melhor conteúdo para todos os tipos de leitores aqui do Ultra Curioso.

Publicado em: 03/03/17 17h47