• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Mulher decidiu morar em um hotel por 1 mês e conta como foi a experiência

POR Diogo Quiareli    EM Entretenimento      20/03/19 às 15h49

Viver em outro lugar é um sonho para diversas pessoas, mesmo que seja por apenas alguns meses. Foi assim que Kim Morgh resolveu arriscar e viver um mês em um castelo na França de graça. Há alguns meses, ela pensou que sua vida estava chata e algo de errado acontecia. O trabalho dos 9 aos 18 anos não lhe trouxe nada de bom, foi aí que veio a ideia. Por ter pouco dinheiro, resolveu partir para o meio voluntário e arriscou em uma viagem a fim de se hospedar de graça. Trouxemos um pouco do seu relato a respeito dessa experiência que levará para a vida toda.

A redação da Fatos Desconhecidos buscou mais detalhes sobre essa decisão um tanto "maluca". Se você já viu alguma coisa parecida com essa em algum lugar, comenta pra gente aí embaixo e aproveite para compartilhar com seus amigos das redes sociais. Sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Como ser voluntário?

Existem diversos lugares onde essas oportunidades são divulgadas. No entanto, quem pretende trabalhar "de graça", às vezes precisa pagar uma quantidade por isso. Para registro no Worldpackers, você deve pagar no mínimo R$ 117,00 . No entanto, voluntários mais experientes buscam outros métodos. Eles descobrem o nome do host e, em seguida, entram em contato com os mesmos e tratam diretamente dessa forma. Após passar por diversos projetos, essa mulher optou pelo mais atraente. Ela decidiu por ir a um castelo do século XII, no sul da França. Esse precisava de alguns assistentes.

O anfitrião ofereceu um quarto com banheiro para ela em troca de serviços no jardim, restaurante e cozinha. O trabalho ainda lhe dava direito a 3 refeições por dia e a oportunidade de aprender muito sobre a cozinha francesa. Ela não sabe francês, mas estudou por um tempo inglês e isso fazia com que ela pudesse se comunicar com o dono do estabelecimento.

Localização e natureza do trabalho

Antes de fazer parte do projeto, Kim morou em Kaliningrado e viajar desempenhou um papel importante em sua vida. Até a época, ela não sabia planejar uma viagem. Ela voou da Polônia, foi pra Paris e da capital francesa ela viajou para a cidade de Biarritz, no sul. A viagem durou 11 horas. Ela chegou a uma pequena aldeia com pouco mais de 850 habitantes e com um castelo no centro. Ele foi restaurado das ruínas pelo atual proprietário e transformado em um hotel e alojamento. Foi nesse castelo que ela se hospedou e trabalhou. Ela chegou ao local na baixa temporada, então havia pouco trabalho.

Atuou lavando pratos, servindo no restaurante e até roupas de cama. Kim disse que muitas vezes fazia serviços pesados e teve que gastar muito tempo se esforçando para aprender tudo e se sair bem. Ela foi colocada até para cortar a grama no estacionamento. Isso fez com que ela ficasse no local apenas 1 mês. O proprietário do local disse que venderia o castelo, logo ela não poderia continuar por lá e Kim concordou pois disse ter percebido que era o melhor. Ela diz que no local não havia muitos funcionários, por isso era pesado o trabalho.

Logo ela ficou entediada rapidamente. Era introvertida por natureza e a claridade em excesso a incomodava, além da solidão. Ela possuía uma comunicação amigável e isso era importante para ela. No entanto, entre os aldeões, ela não encontrou nenhuma pessoa gentil e isso aumentava a sua vontade de ir embora o mais rápido possível. A sua experiência não foi das melhores.

E aí, o que você achou dessa história? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremaente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   ADME  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+