Curiosidades

Mulher realiza rinoplastia e perde um pedaço da orelha

0

Uma chinesa, de 31 anos, que se submeteu recentemente a um procedimento de rinoplastia em um hospital em Chengdu ficou surpresa ao ver que um pedaço da cartilagem de sua orelha também havia sido removido sem seu consentimento durante a operação.

A mulher, que até o momento foi identificada apenas como Sra. Zhao, realizou a cirurgia no Angel Wing Hospital, em Chengdu, no dia 1º de setembro. Ao longo de toda sua vida, Zhao realizou apenas dois procedimentos cirúrgicos. A rinoplastia foi o segundo.

Em entrevista aos meios de comunicação da China, Zhao disse que a operação havia sido um sucesso, mas que só percebeu que parte de sua orelha havia sido retirada quatro dias depois após o procedimento.

“Depois de quatro dias, eu me olhei no espelho e percebi algo estranho em minha orelha direita. O tragus, aquela cartilagem pequena e pontuda que fica parte interna da orelha, tinha sido removida. E ninguém me informou”.

Descontente, Zhao confrontou a equipe do hospital. Segundo a equipe médica, o procedimento ocorreu dentro dos padrões estabelecidos. Os médicos informaram também que Zhao havia, sim, dado seu consentimento ao assinar um acordo que mencionava que parte da orelha seria retirada para ser utilizada na rinoplastia.

De acordo com o portal chinês The Paper, especialistas em cirurgia plástica confirmaram que parte da cartilagem que fica atrás da orelha é comumente usada em procedimentos de rinoplastia, pois não afeta a aparência do paciente.

Indo contra a opinião de médicos que atuam na área, Zhao exigiu por parte do hospital reembolso total, uma compensação financeira e uma nova cirurgia para corrigir o suposto erro médico. A chinesa disse também que está envergonhada com sua aparência e que não consegue nem utilizar fones auriculares.

Por enquanto, o assunto permanece sem solução.

Casos de rinoplastias que deram errado

A rinoplastia é um procedimento cirúrgico simples. Mesmo sendo um procedimento tranquilo, e altamente comum, a operação, que acaba modificando o nariz, transforma a harmonia do rosto do paciente. Por isso, aqueles que decidem realizar o procedimento devem sempre analisar os prós e contras. Afinal, o resultado acaba fazendo toda a diferença.

Assim como qualquer outra intervenção estética, o procedimento pode dar errado e culpar exclusivamente o cirurgião não é o melhor caminho. Por mais que o profissional seja renomado e familiarizado com o procedimento em questão, a cicatrização, juntamente com outro fatores, pode gerar resultados inesperados.

Por conta de tal realidade, muitos especialistas fazem questão de informar aos seus pacientes que o resultado pode não ser igual a projeção criada por softwares. O resultado, nesse ínterim, é sempre uma aproximação. Infelizmente, assimilar essa informação, para muitos, é um pouco complicado.

Além de existir a possibilidade do resultado ser diferente, outros problemas podem ocasionar algumas frustrações. As mais comuns envolvem dorso com côncavo excessivo, ponta do nariz muito fina, ponta do nariz muito arrebitada, narinas com excesso de abertura, nariz muito fino e comprido, nariz muito estreito, dificuldades para respirar e má estruturação da cartilagem que resulta em aspecto torto.

Nesse, e em outros casos, pensar bem antes de qualquer decisão é fundamental.

Esses são os filmes da Pixar com maiores bilheterias

Matéria anterior

Barco gigante em forma de zíper faz sucesso na internet

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.