• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


NASA pretende explorar ''cadáver'' de planeta em cinturão de asteroides

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      13/06/19 às 15h16

Em meio à várias missões ambiciosas em andamento, a Agência Espacial Americana divulgou essa semana detalhes de uma nova missão. Dessa vez, a NASA pretende desbravar o núcleo nu de um planeta morto e primitivo. A grande rocha espacial misteriosa, chamada de Psique, está orbitando a nossa grande estrela entre Marte e Júpiter. Chegar até ela será uma viagem bem longa.

O projeto entrou em sua fase final recentemente. Se tudo correr como o planejado, até janeiro de 2026, uma espaçonave da NASA pousará no planeta morto. A grande rocha, composta quase que completamente de ferro e níquel, intriga cientistas planetários há muito tempo. Eles suspeitam que a Psique possa ser o núcleo exposto de um protoplaneta, que morreu há muito tempo, ainda nos primórdios do nosso sistema solar. E para saber isso com certeza, só indo mesmo ver de perto o "cadáver" do planeta, que está localizado em um cinturão de asteroides.

A missão

A NASA pretende pousar sua nave espacial em Psique no dia 31 de janeiro de 2026. O objeto de 200 quilômetros de largura, no cinturão de asteroides, recebeu esse nome em homenagem à ninfa que se casou com o Cupido na mitologia grega. Os cientistas acreditam que o planeta, hoje morto, poderia ter uma circunferência parecida com à de Marte. Mas isso bem antes das colisões que quebraram a sua camada rochosa externa, deixando o seu núcleo exposto.

A equipe de cientistas, recrutados para trabalhar na missão Psique, esperam que a investigação forneça evidências mais conclusivas sobre o planeta morto. E que a viagem exploratória revele novas informações sobre o turbilhão de matérias que formou a grande rocha pela primeira vez.

"Com a transição para esta nova fase da missão, estamos a um passo de descobrir os segredos de Psique, um grande e misterioso asteroide metálico, e isso significa o mundo para nós", disse Lindy Elkins-Tanton, cientista planetária da Universidade do Estado do Arizona, em um comunicado. Ele é o pesquisador e principal líder da missão Psique.

O planeta morto

Psique tem uma massa de cerca de 49 bilhões de bilhões de libras, cerca de 22 bilhões de quilos aproximadamente. Isso é o equivalente a apenas 0,03% da massa da Lua. Além disso, o planeta morto é o décimo primeiro asteroide de maior massa conhecido no nosso sistema solar. Asteroides, como Ceres e Vesta, são até maiores que ele, porém são feitos principalmente de pedra e gelo. Mas, não restam dúvidas que de Psique é o maior objeto conhecido de seu tipo metálico quase puro orbitando o sol.

É esperado que a sonda Psique orbite o grande objeto de metal por algumas semanas. E que colete informações sobre a sua idade e como se deu a sua formação. Na fase final do projeto, os engenheiros da NASA estão trabalhando nos planos finais e construindo a maioria das peças que comporão a espaçonave. Só na fase seguinte, esperada para 2021, é que eles irão unir todas essas peças e montar a espaçonave final.

E se tudo der certo como o planejado, a missão deve ser lançada em agosto de 2022. Em 2023, passará por Marte e só pousará em Psique três anos depois, já em 2026. Como se pode ver, é uma missão a longo prazo. E ainda vai demorar um pouco para sabermos mais sobre o tal planeta morto.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+