icone menu logo logo-fatosnerd.png


Nota de 200 reais foi prevista em Os Simpsons

POR Letícia Dias EM Notícias 01/08/20 às 12h21

capa do post Nota de 200 reais foi prevista em Os Simpsons

Na última quarta-feira (29), uma notícia gerou bastante repercussão entre os internautas brasileiros. Acontece que, o Conselho Monetário Nacional (CMN), instituição com maior poder deliberativo sobre o sistema financeiro do Brasil, aprovou o início das impressões de um nova cédula. De acordo com informações que vêm sendo repassadas, a nota de R$ 200 será constituída pela ilustração de um lobo-guará. Segundo a previsão do Banco Central, a nova nota entrará em circulação no país ao final de agosto. Aproximadamente, 450 milhões de cédulas serão impressas esse ano.

Okay, agora que os detalhes oficiais foram apresentados, vamos ao que interessa. Apesar dessa notícia ter pegado muita gente de surpresa, Matt Groening deve ter soltado um risinho e pensando "ih, acertei de novo". Brincadeiras à parte, estamos dizendo isso porque Os Simpsons já haviam apresentado a nota de 200 reais há alguns anos atrás. Sendo assim, mais uma vez, a criação de Groening segue prevendo o futuro.

Assim como podemos ver no vídeo acima lá em 2014 a sitcom animada já havia explorado essa ideia. No episódio You Don't Have to Live Like a Referee, Homer se torna árbitro de futebol. Como resultado de seu desempenho no ramo, eventualmente ele acaba sendo subornado com várias notas de 200 reais. Além dessa cena específica, as cédulas aparecem em diversos outros momentos. Coincidentemente, nesse mesmo episódio foi "prevista" a derrota do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo. Visto que essa não é a primeira vez que a série se mostra assertiva em relação aos acontecimentos mundiais, não deixa de ser intrigante imaginar como os roteiristas pensam nisso.

A explicação por trás dessas previsões

Como mencionamos acima, essa não é a primeira demonstração visionária de Os Simpsons. Só para ilustrar, ao longo dos anos já vimos a série prever a candidatura de Donald Trump, a invenção do touch screen e a transmissão do vírus ebola, tudo isso com anos de antecedência. Embora isso seja um tanto quanto enigmático, os envolvidos na produção da série já explicaram que não passam de coincidências. De acordo com Nancy Cartwright, dubladora de Bart Simpson, esse poder de predição da série, na verdade, se trata de um fenômeno de longevidade. "Temos um histórico bastante impressionante", brincou Cartwright. Além dela, Yeardley Smith, responsável por dar voz à Lisa, adicionou, "se você vem tentando há três décadas, provavelmente vai acertar de vez em quando".

Além disso, Bill Oakley, roteirista da série, ressaltou que não existem teorias da conspiração em torno da sitcom. "É um desenho animado. Nós intencionalmente o fizemos animado porque queríamos que ele fosse bobo e não assustador, e nem carregar nenhuma dessas péssimas associações. É apenas coincidência, porque os episódios são antigos e a história se repete. A maioria desses exemplos é baseada em acontecimentos dos anos 60, 70 ou 80 que presenciamos", concluiu Oakley.


Próxima Matéria
Via   IstoÉ     CB  
Imagens Fox
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest