• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Novo vírus raro e imortal foi descoberto e já matou 9 pessoas

POR Isabela Ferreira    EM Ciência e Tecnologia      30/05/18 às 18h54

A medicina é uma ciência fundamental para a vida humana, uma vez que é responsável por cuidar de nossa saúde e até mesmo prolongar nosso tempo de vida. No entanto, costumamos ter aquela ideia de que nada pode nos vencer e que os cientistas sempre encontrarão uma resposta para nossos principais problemas. Mas não é bem assim. Basta observar que ainda convivemos em meio a doenças incuráveis. Embora algumas possam ser controladas, outras são simplesmente fatais.

Notícias recentes despertaram pânico entre pessoas por todas as partes do mundo. No sul da Índia, nove pessoas morreram após serem contaminadas com o raro e mortal vírus conhecido como Nipah. Classificado como recém-emergente, já que fazem apenas 20 anos que os cientistas descobriram que ele poderia ser transmitido por morcegos, é considerado incurável quando alguém é contaminado. O pior de tudo é que agora ele também pode ser transmitido de pessoa para pessoa.

O que exatamente é o vírus Nipah?

O vírus foi identificado pela primeira vez no ano de 1999, enquanto acontecia um surto de doença respiratória e encefalite em Cingapura e na Malásia. Durante o ocorrido, estima-se que 300 pessoas tenham sido contaminadas e delas, 100 acabaram morrendo. Neste caso em específico, o contágio aconteceu após haver contato entre humanos e porcos que haviam sido contaminados por morcegos.

Na tentativa de evitar que o surto continuasse, cerca de um milhão de porcos acabaram sendo abatidos, impactando a economia da Malásia. Os sintomas da doença incluem dor de cabeça, sonolência, febre e confusão mental. No prazo de 24 a 48 horas, o quadro se agrava para o coma. Até então, não há nenhuma vacina capaz de curar a doença em humanos ou animais.

Prioridade

Por sempre se manifestar através de surtos e ser uma doença fatal, o Nipah tem grande potencial para provocar uma pandemia. Devido a isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) o menciona como prioridade urgente de pesquisa, assim como o Ebola. O grande problema é que pequenos surtos da doença costumam aparecer pela Índia desde que foi observada pela primeira vez. Foram registrados cerca de 280 doentes ao longo do tempo, sendo que 211 deles acabaram morrendo... Taxa média de 75%.

No caso mais recente, mangas que haviam sido mordidas por morcegos foram encontradas em casas de três pessoas que morreram. Assim, é possível concluir que contraíram a doença após o consumo da fruta contaminada, uma vez que a saliva dos animais portadores do vírus também é capaz de transmitir a enfermidade. Aqueles que conseguem sair dessa com vida, ainda ficam com algum tipo de sequela. Normalmente, apresentam problemas de saúde que podem incluir convulsões frequentes e alterações de personalidade.

No momento, a prioridade é verificar se existem outros casos de Nipah pela Índia, afim de garantir que a doença não se espalhe e destrua outras vidas por aí.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Via   BBC     Science Alert  
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+