• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O dia que Ashton Kutcher quase presenciou o assassinato de sua namorada

POR Diogo Quiareli    EM Entretenimento      03/06/19 às 15h41

Muitas pessoas não acreditam, mas o mundo dos famosos esconde tantas coisas obscuras quanto o de uma pessoa anônima. Podemos ver isso nas páginas de jornais, reportagens especiais e até mesmo no temido "Plantão Globo". Há casos de assédio por parte das celebridades, assassinatos, brigas das mais diversas formas e até mesmo abuso sexual. Um caso chocante, que marcou o mundo, envolvia o ator Ashton Kutcher. Christopher Ashton Kutcher ficou muito conhecido por sua interpretação do personagem Michael Kelso, na série That 70's Show. Além desse papel, Kutcher se destacou em Two And A Half Men, vivendo Walden Schimdt. Ashton viveu dias sombrios em 2001, e o caso voltou agora, em 2019, após o seu depoimento judicial.

Era noite de Grammy daquele ano, quando o ator foi buscar sua namorada, Ashley Ellerim. Ao chegar em seus aposentos, a mulher não atendeu à porta. Kutcher jamais pensou que aquela era a cena de um caso extremamente brutal de assassinato. O caso ganhou destaque recentemente. Segundo o Los Angeles Time, o ator testemunhou no julgamento de Michael Gasgiulo. Esse seria um serial killer que enfrenta hoje duas acusações de assassinato, incluindo o de Ashley.

Na noite do crime, Ashton, que hoje está com 41 anos, planejava um jantar com Ashley, de 22 anos. Os promotores de justiça disseram que antes da chegada de Ashton, Gargiulo teria entrado na casa da mulher, em Hollywood e a esfaqueado. O crime foi tão brutal que contou com 47 facadas por parte do assassino.

Depoimento de Ashton Kutcher

"Bati na porta. Não houve resposta. Bati novamente. E mais uma vez, sem resposta", declarou Kutcher nos tribunais. "Neste momento, eu presumi que ela havia saído à noite e que ela estava chateada comigo por ter atrasado", completou. No entanto, antes de sair, ele notou que as luzes estavam acesas. Além disso, ao olhar pela janela, viu que estava muito bagunçado e parecia vinho derramado no carpete. Nada disso foi alarmante, visto que ele havia ido na festa de inauguração da casa e viu pessoas derramando vinho ao beber.

No entanto, quando descobriu no dia seguinte que a namorada estava morta, ele procurou a polícia em pânico. Ele pensou que suas impressões digitais estavam na porta. Durante a recente audiência, Daniel Nardhoni, advogado do acusado, disse que Kutcher não teria com o que se preocupar, visto que não era um suspeito.

Gargiulo teria conhecido Ellerin, a estudante de moda, quando se aproximou e ofereceu para ajudá-la a trocar um pneu furado. Mais tarde, ele se ofereceu para ajudar em um conserto do aquecedor da mulher. A partir daí, passou a aparecer sem ser convidado no apartamento da jovem. Kutcher então entregouo  testemunho sobre o caso em um tribunal do centro de Los Angeles em presença do suspeito homicida. Os promotores pretendem condená-lo à pena de morte assim que o caso for totalmente esclarecido. A história ainda não finalizou, mas o ator ainda espera que o responsável seja penalizado como merece.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Portalt 5     Metro jornal  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+