As pegadinhas da TV aberta já divertiram muito aos telespectadores, principalmente aos que acompanham os fins de domingo com Silvio Santos pelo SBT. Muitos acreditam que as pegadinhas são armações e que os que caem são na verdade atores. Por isso, hoje a Fatos vai te trouxe histórias que mostram quem são os envolvidos nessas produções e o que pode rolar nos bastidores.

Em Março do ano passado, a produção de Silvio Santos gravou a pegadinha do ataque zumbi no metrô de Fortaleza e causou a maior saia justa. O metrô é submetido ao governo estadual e o secretário de Cidades na ocasião, Ivo Gomes, disse nas redes sociais que repudiava veementemente a armação. O SBT disse que as gravações aconteceram fora do horário de funcionamento do metrô e que tinham tanto autorização da administração do transporte quanto das vítimas da pegadinha, que deram autorização por escrito. Sim, as vítimas são contratadas para as pegadinhas. "Eu sabia!" você deve estar dizendo, mas isso tem uma explicação.

No caso da pegadinha do metrô em Fortaleza, por exemplo, as "vítimas" da brincadeira, não sabiam da pegadinha. Eles foram convidados para participarem de um teste da companhia de transportes que tinha sido inaugurada naquele momento. O cachê para essa ocasião foi de R$ 70,00. Outra pegadinha do Silvio que deu o que falar na internet foi a da menina no elevador.

Publicidade
continue a leitura

Para a pegadinha da menina no elevador o SBT recrutou figurantes para participarem de uma produção do canal, mas disseram qual seria. Chegando no local da gravação, eles eram instruídos a pegarem um elevador. Um vez que eles estivessem dentro do elevador, as luzes se a pagavam e a menina fantasma aparecia. Para essa pegadinha o cachê foi de R$ 50,00.

Muita coisa pode rolar durante e depois das gravações dessas pegadinhas. Na do metrô de fortaleza, por exemplo, uma das vítimas chegou a desmaiar de susto, e seu caso não foi o único no histórico da emissora, mas foi o mais recente. Abaixo você vê uma câmera escondida de uma TV japonesa em um formato similar à pegadinha da menina no elevador, mas onde a atriz levou a pior.

Publicidade
continue a leitura

Fora esses lances de desmaios e agressões físicas, podem rolar coisas boas e inusitadas para quem participa. Na pegadinha da menina fantasma no elevador, o participante Mauro Krasilchik, que aparece aos 5:14 no vídeo, ficou famoso nas redes sociais pela reação e ele foi até convidado para o elenco de apoio do filme "Serra Pelada.

Outra câmera escondida que rendeu coisa boa pra quem fez, foi a do John Leitão, que fez em seu canal no YouTube o quadro "Pergunte ao John". No "Pergunte ao John" ele aborda garotas desconhecidas e pergunta "na lata" se elas querem namorar com ele. Não só teve uma menina que aceitou como beijou John no ato. Eles até se conheceram, mas não chegaram a namorar, como John explica no vídeo abaixo.

Publicidade
continue a leitura

E aí, sabia que a galera que participa das pegadinhas ganhavam um cachê simbólico? Conhece outros episódios de pegadinhas que terminaram mal (ou bem)? Conta pra nós nos comentários.

Publicado em: 01/02/16 17h32