Ciência e Tecnologia

O que acontecerá com o ser humano no futuro daqui a 1000 anos?

0

Bom, caros leitores, nós já fizemos para vocês uma matéria com as 8 próximas evoluções do corpo humano, e hoje vamos mostrar para vocês o que acontecerá com o ser humano daqui a mil anos. Como todos vocês devem saber, a evolução humana não para, mesmo que nós não percebamos. Mas como será que estará a raça humana daqui há mil anos?

Uma das primeiras coisas que pode mudar nos humanos é a altura. Os seres humanos já cresceram nos últimos 100 anos, como o homem brasileiro, por exemplo, que tem em média 1,73 m e a mulher 1,60 m. Desde de 1914, ambos registraram um crescimento de 8,6 cm.

Outra grande mudança que pode acontecer não é natural. Futuramente, poderemos ser combinados com máquinas que podem melhorar a audição, visão e saúde, além de outras coisas. Se hoje já existem aparelhos auditivos que permitem gravar sons, gerar ruídos e até mesmo alguns que já possuem um telefone embutido, imaginem o que teremos no futuro.

Outro exemplo que podemos usar é o da equipe da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, que está desenvolvendo olhos biônicos que podem ajudar os cegos a enxergar. E não fica difícil imaginarmos que essa tecnologia poderia se tornar uma ferramenta para vermos energias de luz, como infravermelhos e raios-x.

Mas será que a nossa imunidade poderia ser mais “forte”? Provavelmente, haverá um dia onde as próteses já não será apenas para pessoas com deficiência, e com certeza a nossa aparência exterior irá mudar, assim como os nossos genes que também evoluirão em níveis microscópicos para ajudar na nossa sobrevivência.

Um exemplo é o estudo feito pela Universidade de Oxford, nos Estados Unidos, que descobriu um grupo de crianças infectadas pelo HIV da África do Sul tendo uma vida completamente saudável. O que acontece é que elas tem uma defesa interna contra o HIV, o que impede que o vírus avance para a AIDS. E com ferramentas de edição de genes, podemos eventualmente controlar nossos genes e DNA até o ponto em que tornaremos imunes a doenças e até mesmo reverter os efeitos da velhice.

E a vida no espaço, será possível daqui há mil anos? Já podemos imaginar a vida em Marte daqui há um tempo. Marte recebe 66% menos luz solar do que a Terra, e isso poderia fazer com que os humanos que viverem lá desenvolvam pupilas maiores para absorver mais luz e poderem enxergar. Isso sem falar que uma vez que a atração gravitacional de Marte é de apenas 38% da Terra, quem nascer lá poderia ser mais alta que qualquer outra pessoa na Terra.

Quando um humano está no espaço, o fluido que separa nossas vértebras se expande, e foi o que levou o engenheiro aeroespacial Robert Zubrin a sugerir que a baixa gravidade de Marte poderia permitir que a coluna de uma pessoa se alongasse o suficiente para deixá-la mais alta.

Porém, nem mesmo uma mudança para Marte poderia provocar a maior mudança na evolução humana que poderemos ver nos próximos mil anos: a imortalidade. O caminho para a imortalidade provavelmente exigirá que os seres humanos transfiram sua consciência para uma máquina.

Bom, para vocês terem uma ideia, cientistas da Itália e da China se juntaram e estão fazendo transplantes de cabeça em animais para saber se é possível transferir a consciência de um corpo para outro. Segundo eles, o próximo passo é fazer o transplante em humanos. Você pode entender mais sobre o caso na nossa matéria que explica como foi feito esse transplante de cabeça. Aconteça o que acontecer nos próximos mil anos, é certo que os humanos vão evoluir, e quanto mais rápido evoluirmos, mais chances teremos de superar a extinção dos humanos.

E aí, sabem de mais alguma coisa que podem acontecer com os humanos daqui a mil anos? Comentem!

Revelado com quem Raven se casou e quem é o pai dos seus filhos

Matéria anterior

8 estradas tão perigosas que você nunca vai querer passar

Próxima matéria

Você pode gostar