icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O que aconteceu quando estranhos ficaram se entreolhando ininterruptamente durante 4 minutos?

POR Júlia Marreto EM Mundo Afora 07/11/16 às 18h20

capa do post O que aconteceu quando estranhos ficaram se entreolhando ininterruptamente durante 4 minutos?

O que acontece você olhar para uma pessoa durante "apenas" quatro minutos sem desviar o olhar? Pois bem, pensando nas diferenças culturais, étnicas, religiosas, sociais, econômicas que tanto dividem a humanidade, a Amnistia Internacional criou esse vídeo, com o objetivo de quebrar as barreiras criadas entre europeus e refugiados.

O vídeo tem como título Look Beyond Borders (Olhe além das fronteiras), se baseia em uma teoria de que, em quatro minutos de contato visual, ininterruptos, as pessoas aumentam a intimidade entre elas. A Anistia Internacional da Polônia em parceria com a agência de publicidade polonesa DDB & Tribal, aplicaram essa teoria que foi desenvolvida em 1997, pelo psicólogo Arthur Aron.

O experimento foi realizado com refugiados da Síria e Somália frente a belgas, italianos, alemães, poloneses e britânicos. Felizmente, os resultados foram predominantemente positivos. O experimento, transformado em vídeo foi filmado pela Anistia Internacional da Polônia, em Berlim (Alemanha), em abril de 2016.

O diretor da Anistia Internacional da Polônia, Draginja Nada?din, disse: "Decidimos realizar esse experimento simples, em que refugiados e europeus sentaram-se frente a frente e se olharam nos olhos. Gravamos os encontros muito humanos e o curta-metragem fala por si só. Pessoas de continentes diferentes, que nunca haviam se encontrado antes, sentiram uma incrível conexão uns com os outros."

O vídeo apresenta reações espontâneas, completamente naturais entre pessoas que se encontraram pela primeira vez. Os refugiados que participaram do experimento, viviam na Europa por menos de um ano. No dia 19 de maio de 2016, a Anistia Internacional revelou que o Refugees Welcome Index (Index de Refugiados Bem-vindos) apresentou que a maioria das pessoas ao redor do mundo são a favor do acolhimento de refugiados em seus países.

80% dos entrevistados, de 27 países diferentes, disseram que permitiriam refugiados viverem em seus países, sendo que 10% delas permitiriam que um refugiado vivesse em suas próprias casas. Na Alemanha, onde o vídeo foi gravado, 96% dos entrevistados disseram que deixariam os refugiados viverem em seu país.

Então pessoal, o que acharam do vídeo? Emocionante ou não? E da matéria? Encontraram algum erro? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!


Próxima Matéria
Via   Amnesty  
avatar Júlia Marreto
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest