• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

O que fazer quando você for picado por uma cobra venenosa?

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      06/06/19 às 14h56

Esse é, com certeza, um dos piores pesadelos de muitas pessoas. E não é para menos, cobras já são assustadores à distância, imagina sendo picado por uma. E o pior, e se for uma cobra venenosa? Nesse caso, como nunca sabemos o dia de amanhã. Então é sempre bom estar preparado para imprevistos desagradáveis, tais como ser picado por uma cobra.

Se você tiver muita sorte, até hoje, pode ser que nunca tenha encontrado com uma cobra venenosa. Mas você provavelmente está mais perto de uma do que imagina. Segundo um estudo publicado na revista The Lancet, praticamente toda pessoa que vive no planeta Terra está dentro do alcance de uma área habitada por cobras.

Quando são picadas por alguma cobra venenosa, as pessoas muitas vezes entram em pânico (o que é entendível). Mas essa reação pode as levar a reagir de forma errada. Algumas pessoas até tentam pegar ou matar a cobra, aplicar gelo, ou tentam sugar o veneno com a boca, o que em muitos casos pode piorar ainda mais a situação.

Como reagir a uma picada de cobra?

"A primeira coisa a fazer é fugir da cobra, não tente capturá-la, isso só vai proporcionar o potencial para que mais pessoas se machuquem", diz o médico e professor de medicina de emergência do Centro Médico da Universidade de Wexner, Nicholas Kman.

"E então, deve-se imediatamente procurar tratamento médico, porque os sintomas podem progredir rapidamente. Observamos vermelhidão, inchaço, bolhas, calor e depois sinais de náusea, vômito, dor muscular e pressão arterial baixa", explicou Kman ao site Live Science. "Se começarmos a vê-los, administramos o antiveneno".

Segundo a OMS, estima-se que anualmente cerca de 3 milhões de pessoas no mundo são envenenadas em decorrência de uma picada de cobra venenosa. E apenas uma fração dessas picadas são fatais. No entanto, as toxinas do veneno podem desencadear outras complicações médicas graves. Tais como insuficiência de órgãos, sangramento, destruição de tecidos e paralisia.

Os efeitos da picada variam muito de acordo com o tipo de cobra. Cascáveis, por exemplo, a vermelhidão e dor no local da picada aparecem em questão de minutos, enquanto outras demoram um pouco mais. O médico aconselha que a vítima mantenha a ferida limpa e o membro afetado elevado para reduzir os efeitos do veneno até chegar a um hospital.

Segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), após a picada, se manter calmo e quieto é o ideal. Isso pode ajudar a retardar a propagação do veneno. Então, como vimos aqui, manter a calma é essencial.

Como não reagir a uma picada de cobra?

Não acredite em tudo que você vê nos filmes e na TV. Geralmente, eles passam a visão errada de como agir em uma situação como essa. Segundo Kman, em hipótese alguma, as vítimas de picada de cobra devem tentar sugar o veneno. Pior ainda, nunca tentar liberá-lo cortando o membro. "Depois de uma mordida, o veneno inunda os tecidos do corpo e é impossível removê-lo por sucção. O corte é igualmente inútil para a extração de veneno e pode resultar em ferimentos graves", disse Kman.

"Eu vi casos de mordidas nas mãos em que alguém cortou a mão e cortou um tendão", disse ele. "O veneno vai ser absorvido no corpo imediatamente, então tudo o que você vai fazer é causar mais trauma. Você não deve congelar a mordida, esteroides não devem ser usados, há muitas coisas que as pessoas fazem que não são para ajudar uma picada de cobra, e que provavelmente vão piorar a situação do paciente".

Segundo informações do Médicos Sem Fronteira (MSF), cerca de 100 mil pessoas morram de picadas de cobra a cada ano no mundo. Enquanto cerca de 400 mil sofrem com sequelas provocadas pelo veneno pelo resto de suas vidas.

E você, conhece alguém que já foi picado por uma cobra? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.




Matérias selecionadas especialmente para você

Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+