• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O que você precisa saber sobre Dr. Stone, novo anime disponível na Crunchyroll

POR Letícia Dias    EM Notícias      04/07/19 às 17h40

Há oito meses atrás, uma edição da Weekly Shonen Jump trouxe em sua capa um anúncio aguardado. Estampada na publicação semanal da Shueisha havia a informação de que o mangá Dr. Stone seria adaptado para anime. Junto com o comunicado foi revelada também a data de estreia na TV japonesa: julho de 2019. Com a exibição agendada para o dia 05 já foi confirmada sua plataforma de transmissão no Brasil, a Crunchyroll. A produção é baseada na obra do autor Riichiro Inagaki, que foi premiada como o melhor Shonen de 2018.

A produção do estúdio TMS Entertainment, mais conhecido por seu trabalho nos animes Megalo Box e Akira, conta com direção de Shinya Iino, responsável por Made in Abyss. A equipe técnica também conta com nomes como Yuichiro Kido, roteirista de Blue Exorcist: Kyoto Saga e Yuko Iwasa designer de Saint Seiya: The Lost Canvas. Por último, mas não menos importante, a trilha sonora ficou por conta de Hiroaki Tsutsumi de Children of the Whales. Sim, esse é um staff mais que promissor. No mês passado, Dr. Stone ganhou um trailer dramático responsável por mostrar a transformação das pessoas em pedra, o recurso narrativo que move o enredo.

Além do trailer, no último domingo, a TOHO Animation disponibilizou em seu canal no YouTube os 13 primeiros minutos do anime (que você pode conferir acima). Mesmo não contando com nenhuma opção de legenda, o vídeo conta com um visual incrível e obteve êxito em atrair a atenção do público. Tirando essas informações, ainda sabemos muitos poucos detalhes da série. Rumores indicam que o anime contará com 24 episódios, englobando a temporada de Verão, iniciada em julho até o outono. Essa foi a mesma estratégia de exibição utilizada pela terceira temporada de Attack on Titan.

O enredo de Dr. Stone

A trama de Dr. Stone gira em torno de um acontecimento misterioso que, em um belo dia, transformou todos os seres humanos em pedra. Séculos depois, quando todo o espaço urbano havia sido retomado pela natureza, o jovem Taiju desperta de forma tão desconhecida quanto sua petrificação. Para a sorte dele, seu amigo Senku também havia se livrado do estado de imobilidade. Juntos então, eles decidem reconstruir a civilização. Todavia, ao longo do caminho, eles vão encontrando outros sobreviventes e descobrindo que nem todos têm os mesmos ideais. Tsukasa, por exemplo, funciona como a personificação do antagonismo da história. Enquanto Senku se apoia na ciência com o objetivo de restaurar a humanidade, Tsukasa possui uma visão purista e acredita que o acontecimento foi uma forma de acabar com o caos do mundo, e assim deve permanecer.

De acordo com Desuroth, do 1 Real A Hora, o investimento da TMS Entertainment no anime bastante alto, então podemos esperar um resultado equivalente ao nível de One Punch Man e Shingeki No Kyojin nos quesitos animação, música e dublagem. A dualidade ciência versus crença é clássica porém assertiva. Já nos acostumamos a vê-la em séries de terror internacionais, agora ela está chegando em produções nacionais e sua abordagem no anime é oportuna.

O mangá de Dr. Stone foi inicialmente publicado em 2017, e já conta com 7 volumes lançados. A Panini Comics é responsável pela publicação no Brasil. Lembrando que amanhã, 5 de julho, o primeiro episódio do anime será exibido no Japão. Por aqui, a transmissão ficará por conta da Chunchyroll.

Próxima Matéria
Via   JN     1 Real A Hora     TrecoBox     1 Real A Hora  
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+