Os 10 maiores fracassos de bilheteria do cinema internacional

POR Pietro Bottura    EM Ciência e Tecnologia      10/11/14 às 21h42

Ah, sabe aquele papo de que com pouco, se faz muito? É mais ou menos o caso de filmes como "A Bruxa de Blair" e "Atividade Paranormal", que, mesmo com pouquíssimo, foram sucessos estrondosos e renderam milhões para suas produtoras e artistas envolvidos. Entretanto, pra cada acerto, existem infinitos erros, e os filmes dessa lista mostram o outro lado do cinema - o da falha, do patético e do fracasso, tão comuns para muitos produtores e diretores que, apesar de investirem milhões em suas obras, não conseguiram nem 100 dólares direito na bilheteria - pra um deles, inclusive, essa seria uma ótima meta! Confira então os 10 mais patéticos fracassos de bilheteria do cinema profissional:

10) The Marsh, 2007

Bilheteria: U$ 336

Custando 7 milhões de dólares em sua produção e com o ganhador do Oscar, Forest Whitaker, o filme não conseguiu se salvar nem com esse investimento todo e foi um fracasso completo.

9) Trojan War, 1997

Bilheteria: U$ 309

Comparado com uma versão adolescente do filme "After Hours", o longa custou U$ 15 milhões para a Warner Bros e contou com Jennifer Love-Hewitt no casting. Apesar disso, ficou em cartaz apenas uma semana, quando perceberam o tamanho do fiasco e resolveram voltar atrás.

8) Intervention, 2007

Bilheteria: U$ 279

Nem ganhando os prêmios de melhor diretor e atriz, no Festival de Filmes de San Diego, o filme conseguiu emplacar, rendendo pouquíssimo para seus produtores.

7) Playback, 2012

Bilheteria: U$ 264

Mesmo com Christian Slater no papel principal, esse filme  faturou U$ 264 na semana de estreia e pífios U$ 12 na semana seguinte, o que fez desse um projeto que os produtores definitivamente não colocarão em seu portfolio.

6) Pretty Village, Pretty Flame, 1998

U$ 211

Esse filme de origem iugoslava recebeu críticas positivas, mas não conseguiu impressionar o público e ficou apenas uma semana em cartaz.

5) The Ghastly Love of Johnny X, 2012

Bilheteria: U$ 117

Esse estranho musical-de-ficção-científica foi indicado a 5 prêmios no circuito cinematográfico estadunidense, mas não ganhou nenhum e acabou ficando na obscuridade cult. Em 2013, tentou numa segunda vez e atingiu U$ 1000,00 em Los Angeles, o que lhe deu um rendimento final de U$ 2.436,00. Tudo bem, se não tivessem gasto U$ 2 milhões em sua produção.

4) The Objective, 2009

Bilheteria: U$ 95

Apesar de ter sido feito pelo co-diretor de "A Bruxa de Blair", esse filme só foi exibido em uma sala de Nova York e foi um lixo total, mas, um mês depois, foi lançado em Los Angeles e acabou faturando U$ 2 milhões - até que não foi tão mal assim!

3) Dog Eat Dog, 2009

Bilheteria: U$ 80

Esse drama, do diretor Carlos Moreno, da Colômbia, ganhou uma série de prêmios mundiais, mas seu reconhecimento não lhe trouxe lucros, já que o rendimento não foi suficiente nem pra pagar um almoço para a equipe de filmagem.

2) Storage 24, 2013

Bilheteria: U$ 72

Considerado talvez o pior título do ano em que foi lançado, esse catastrófico longa só ficou em cartaz por uma semana, e foi considerado um grande fracasso por seu diretor,  Johannes Robert, que afirmou que queria "pelo menos ter ganhado U$ 100".

1) Zyzzyx Road, 2006

Bilheteria: U$ 30

Sabe aquela história do político que só teve um voto e se separou da mulher? É mais ou menos isso com esse filme, que provavelmente não foi assistido nem pela equipe e atores que o fizeram. Mesmo contando com as celebridades Tom Sizemore e Katherine Heigl, só 6 pessoas assistiram ao longa, fazendo-o o líder de nossa lista de fracassados. O engraçado é que, antes de seu lançamento, o distribuidor do filme havia afirmado que ele não ia "fazer nem 30 dólares". Ê, boca maldita.

 

E aqui o contrário, os filmes, mesmo custando pouco, deram certo até demais!

 

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+