Os 10 países com os menores e maiores pênis do mundo

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      20/11/14 às 22h23

O Brasil mostrou que é um "grande país" e que segue firme em um curioso ranking mundial: o do tamanho médio de pênis no mundo. A competição é dura, mas estamos bem colocados: somos o 14º do planeta, com média de tamanho de pênis (ereto) de 16,10 cm. O líder é o Congo, que têm 17,93 cm de média, enquanto a lanterninha é a Coreia do Sul, com 9,66 cm.

A apuração de "densidade demográfica", digamos, foi publicada pelo site Disinformation. Confira a lista:

3073_THUMB_IPAD

Maiores:

Congolenses: média de 17,9 cm

Equatorianos: 17,7 cm

Ganenses: 17,3 cm

Colombianos: 17 cm

Venezuelanos: 17cm

Libaneses: 16,8 cm

Camaroneses: 16,6 cm

Bolivianos: 16,5 cm

Húngaros: 16,5 cm

Sudaneses: 16,4 cm

Bônus: Brasileiros: 16,1 cm

Menores:

1 - Sul-coreanos: 9,6 cm

2- Cambojanos: 10 cm

3 - Tailandeses: 10,1 cm

4 - Indianos: 10,2 cm

5 - Birmanêses: 10,7 cm

6 - Taiwaneses: 10,7 cm

7 - Filipinos: 10,8 cm

8 - Chineses: 10,8 cm

9 - Cingaleses: 10,8 cm

10 - Japoneses: 10,9 cm

Bônus: Coreanos: 9,66 cm

Maior do Mundo

penis

O maior pênis do mundo é de um cubano, de acordo com o Guinness Book, o livro dos recordes. O órgão reprodutor de Yosbany Montalván Santa Cruz mede nada menos que 34 centímetros, quanto está "inativo" e 45,5 cm ereto.

O novo recorde superou em 10 centímetros o do seu antecessor, o americano Jonah Falcon. "Graças a Deus e à Mãe Natureza por este presente que me deram", afirmou o cubano ao blog de notícias PP Mail.

"O que menos importa para o meu filho é a fama, o que ele quer é uma mulher superdotada que aguente sua marreta", disse em tom de humor Eustaquia da Caridade Benavide Santa Cruz, mãe de Yosbany.

Rafael Miranda
Jornalista viciado em memes e amante da cultura pop.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+