Atualmente, o valor do salário mínimo no Brasil é de R$ 1.045. Dessa forma, uma pessoa, que recebe este valor, ganha R$ 34,84 por dia e R$ 4,75 por hora. De fato, olhando assim, pode parecer pouco, ainda mais se compararmos com o salário mínimo mais alto do mundo, que pertence à população da cidade de Genebra, na Suíça.

Para se ter uma ideia, o salário mínimo brasileiro equivale a apenas 4% do valor suíço. Sendo assim, o salário mínimo do país é de 23 francos por hora. Ou seja, 4.086 francos mensais, se realizarmos um cálculo baseado em uma jornada semanal de 41 horas. Ao todo, este valor se transforma em R$ 25 mil por mês.

Esse salário mínimo é maior que o do presidente do Brasil

Publicidade
continue a leitura

Se formos para Genebra com apenas um salário mínimo (R$ 1.045) na carteira, teremos apenas 170 francos. Dessa forma, nem mesmo o presidente brasileiro consegue ter muitos luxos na cidade. No Brasil, o presidente recebe R$ 27 mil por mês, sem descontos, o que é um pouco mais do que o mínimo do salário de Genebra. Com esses dados em mente, podemos entender melhor o porquê da cidade ser uma das mais caras do mundo.

Além do franco ser uma moeda com cotação forte, se comparada com o dólar, euro e o real, muito do motivo salário ser tão alto está no custo de vida. Em Genebra, um café expresso, por exemplo, costuma custar cinco euros. Atualmente, isso significa mais de R$ 30.

De acordo com os sindicatos de trabalhadores, que são os principais responsáveis pelo recente aumento do salário mínimo, houve um grande aumento de pessoas passando fome durante a pandemia. Logo, esse dado pôde ser medido através de centros de doações de comida que, durante os últimos meses, enfrentaram uma demanda muito maior que a esperada. Além disso, a cidade também sofreu bastante com a queda no setor de turismo, que fora fortemente afetado pelas medidas de isolamento social.

Publicidade
continue a leitura

Entendendo mais do custo de vida em Genebra

Ainda segundo os sindicalistas, é bastante difícil sobreviver no país com uma renda inferior a 4 mil francos suíços. Por isso, a luta por um valor mais justo. Se comparados a outros países, serviços básicos tendem a ser muito mais caros se comparados outras cidades do país. Por exemplo, um aluguel na região central de Genebra custa cerca de 1,8 mil francos (R$ 11 mil) por mês. E, se considerarmos contas de casa com transporte e gastos com saúde, o valor pode chegar a mais de 670 francos (R$ 4 mil).

Publicidade
continue a leitura

De toda maneira, mesmo com o custo de vida elevado, o salário continua sendo muito maior que o de outros países. Um salário de Genebra equivale a mais do que o dobro de países como França e Alemanha. Nesses países, o salário mínimo é de cerca de 1,5 mil euros. Na Europa, um dos maiores salários mínimos é de 2 mil euros e pode ser encontrado em Luxemburgo.

Na Suíça, cada cidade estipula seu próprio salário mínimo. Com isso, a proposta de aumento de salário já havia sido rejeitada entre os anos de 2011 e 2014. Porém, agora, a cidade de Genebra se tornou a terceira a adotar um piso salarial e já chegou trazendo o salário mínimo mais alto do mundo.

Publicado em: 27/10/20 01h42