Aos 6 anos, esse menino autista se tornou a pessoa mais jovem a estudar na Universidade de Oxford

Aos 6 anos, esse menino autista se tornou a pessoa mais jovem a estudar na Universidade de Oxford
04/09/20 às 11h27

Atualmente, Joshua Beckford possui apenas 14 anos, mas não se engane, ele já fez mais do que muita gente nesse tempo. Para se ter uma ideia, Joshua é reconhecido internacionalmente em mais de 90 países por suas realizações na educação. Entre elas, está o fato dele ter se tornado a pessoa mais jovem a estudar na Universidade de Oxford.

Sendo diagnosticado com autismo, Joshua possui seu próprio ritmo de aprendizagem e uma forma única de entender o momento. No entanto, o garoto se destaca em meio à multidão e suas conquistas enquanto prodígio são verdadeiramente incríveis.

Ele pode se tornar o médico mais novo do mundo

Até seus 14 anos, Joshua já passou por muita coisa. Aos 10 meses, seu pai, Knox Daniel descobriu uma capacidade única de aprendizado em seu filho quando ele se encontrava sendo em seu colo na frente de um computador. "Comecei a dizer a Joshua quais eram as letras no teclado e percebi que ele estava se lembrando e conseguia entender. Então, se eu dissesse para ele apontar para uma carta, ele conseguia fazê-lo… Então, passamos às cores", afirma Daniel.

Dessa forma, quando tinha apenas dois anos de idade, o menino aprendeu a ler fluentemente usando fonética. Depois disso, aos três anos, Joshua já se aventurava por outros idiomas e, antes mesmo que estivesse escrevendo no papel, já podia digitar em um computador. Assim, já dominava o japonês e continuou estudando. Aos seis anos de idade, Joshua conseguiu uma vaga na Universidade de Oxford, na Inglaterra, onde fez um curso de Filosofia e História. Desse modo, ganhou distinção nas duas disciplinas.

Sua entrada na universidade somente foi possível graças a um programa específico da Universidade de Oxford, que era destinado a crianças entre oito e 13 anos. Isso aconteceu em 2011. Na época, o garoto ainda era novo demais para o programa. Porém, Daniel escreveu para Oxford e explicou que o Joshua era diferente. Felizmente, tudo deu certo e o garoto estava matriculado na universidade.

Uma das crianças mais inteligentes do mundo

Aos 14 anos, se destaca nas áreas de Ciências, Matemática, História e Línguas. Desse modo, ele já é avançado o suficiente para continuar uma carreira acadêmica. E, pretende seguir o sonho que tem desde pequeno, se tornar um neurocirurgião médico. "Com quatro anos eu já usava o computador do meu pai que tinha um simulador de corpos onde eu retirava os órgãos. Quero salvar a Terra. Quero mudar o mundo e mudar as ideias das pessoas para fazer as coisas certas", afirma Joshua.

E como tudo em sua vida acontece de maneira muito rápida, em apenas dois anos, Joshua Beckford pode se tornar o mais jovem médico do mundo. Além disso, nesse meio tempo, Joshua também lançará um livro para crianças sobre o Egito.

Em 2017, Joshua também foi vencedor do prêmio no National Diversity Awards. Isso porque, mesmo tão jovem, ele já era considerado um modelo de positividade para outras crianças. Mas, como outras crianças autistas, Joshua precisa lidar com alguns desafios. Joshua "não gosta de barulhos altos, sempre anda na ponta dos pés e sempre come do mesmo prato, usando os mesmos talheres e bebe da mesma xícara", afirma Daniel. "Criar uma criança com autismo de alto funcionamento tem seus próprios desafios", completa o pai da criança. De toda forma, isso nunca o impediu de chegar onde chegou.

Imagens BANTUMEN
avatar usuario
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Matérias selecionadas para você!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.