• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que as borboletas bebem lágrimas de tartarugas?

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      17/07/19 às 20h06

Há algum tempo, um vídeo começou a circular, na internet, um vídeo filmado na Amazônia peruana que mostrava algo inesperado. Algumas borboletas estavam bebendo as lágrimas dos olhos de tartarugas. Isso, enquanto os répteis tomavam um pouco de sol às margens de um rio. As imagens foram capturadas pelo entomologista tropical, Phil Torres.

O pesquisador estava viajando ao longo do rio Tambopota, no Peru, quando percebeu o que estava acontecendo e decidiu registrar. Muitas borboletas se agitavam acima da cabeça de três tartarugas, enquanto elas passavam um tempo próximo às águas para aproveitar os raios solares. Algumas delas pousavam sobre suas cabeças e, delicadamente, bebiam as lágrimas salgadas dos répteis.

Em um vídeo, publicado por Torres, ele descreveu toda a cena como "uma das coisas mais bizarras, estranhas, belas e fascinantes que já vi em toda a minha vida". As imagens foram postadas em seu canal no YouTube, chamado The Jungle Diaries, onde ele registra suas expedições, aventuras e descobertas.

De acordo com ele nas filmagem, as borboletas, aproximadamente oito espécies de três famílias diferentes, estavam em busca da mesma coisa: sódio. Como estes insetos não conseguem obter o sódio das flores, as borboletas precisam buscar o elemento em outras fontes. Portanto, não estranhem caso algum dia vocês tenham avistado uma borboleta pousada sobre um cocô, que também pode ser uma fonte de sódio.

Portanto, quando as borboletas não conseguem encontrar sódio em outro lugar, elas vão em busca das lágrimas. Como fizeram as borboletas no rio peruano. Os répteis "chorões", provavelmente, se tratam da espécie Podocnemis unifilis, popularmente conhecida como tracajás. Elas pertencem a um grupo de tartarugas que não consegue retrair suas cabeças para dentro de suas carapaças.

De acordo com Torres por e-mail ao Live Science, a única forma para se livrar desses insetos é "sacudir" suas cabeças de um lado para outro. O que não é muito efetivo. Além do mais, as borboletas podem ser bem persistentes. Seus alvos preferidos são aquelas que estejam paradas e com os olhos bem abertos.

Vampiras de lágrimas

"Eu aposto que se eu me deitasse em um tronco longo o suficiente, elas definitivamente viriam se alimentar do meu suor. O que é bastante comum. E talvez até viriam aos meus olhos", disse o pesquisador.

É muito comum que as tartarugas ao notarem a aproximação de embarcações, elas mergulhem no rio. No entanto, Torres conseguiu capturar os animais por cerca de 10 minutos. Muito provavelmente por que elas estavam distraídas e ocupadas demais tentando se livrar das borboletas. "Eu diria que se trata de um evento muito raro, para ter essa sorte e ver tantas borboletas por toda parte", disse Torres.

Alguns animais nutrem esse tipo de relação onde ambos podem ser beneficiados. Na Turquia, por exemplo, búfalos que habitam em algumas regiões ficam cobertos por pequenos sapos que devoram as moscas que se assentam em suas costas. Filhos de Cuco-canoro são criados por outras espécies de pássaros. Para evitar que predadores se aproximem dos ninhos de sua família adotiva eles secretam uma substância química nociva.

Porém, embora se saiba que as borboletas garantam algum beneficio nas lágrimas das tartarugas, não é claro se existe algum tipo de benefício nessa relação para os répteis. "Eles definitivamente não parecem gostar", disse Torres. "Este é um exemplo bastante colorido de comensalismo - uma parceria de espécies em que uma espécie se beneficia e as outras espécies não são realmente afetadas, positiva ou negativamente".

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   Live Science  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+