Quando se vai a algum parque de diversões ou locais do tipo, é quase uma 'tradição sagrada' tentar a sorte naquelas famosas máquinas em que, através de fichas ou moedas, tenta-se pegar um prêmio (normalmente um bichinho de pelúcia) manuseando uma garra de metal por um joystick. A frustração é grande, pois raramente (MUITO raramente) consegue-se tal feito. Então surge a dúvida: Por que não conseguimos pegar o ursinho na máquina de garra?

O que você provavelmente não sabe, é que a danada da máquina de garra foi programa justamente para não permitir que você consiga o prêmio, quase como uma máquina do jogo do bicho. Calma, a gente explica.

maxresdefault (2)

Publicidade
continue a leitura

O objetivo do brinquedo é simples: com o joystick, você controla os movimentos da garra até que ela consiga pegar um bichinho de pelúcia dentro da cabine. O problema é que isso é tecnicamente impossível se você não depositar na máquina a quantidade certa de dinheiro.

O sistema da máquina permite se alterar, e calibrar, pelo seu dono para somente trabalhar com a força suficiente para 'agarrar o bichinho' quando atinge uma quantidade de créditos específica. Acontece mais ou menos assim: tem aquele boneco de pelúcia da Galinha Pintadinha que sua priminha está querendo e te pede pra ganhar para ela.

Publicidade
continue a leitura

Suponhamos que o brinquedo dentro da cabine vale R$ 15,00, e a ficha que você comprou custe R$ 5,00. Mesmo que você seja 'muito foda' no negócio, a garra só conseguirá pegar o boneco na quarta tentativa para, além de cobrir o preço do prêmio, gerar um lucro (4x5=20. 15: prêmio 5:lucro).

Pois é, aquele "foi por pouco" que você tanto disse quando o brinquedo escapou da garra na verdade não era o destino, era a calibragem da máquina zoando com a sua cara.  Infância destruída com sucesso.

Publicidade
continue a leitura

mario-claw-game_1

Publicado em: 12/06/15 15h44