Curiosidades

Por que nazistas e soviéticos brigaram por esse esqueleto?

0

Durante décadas, a identidade de um esqueleto do século 10, descoberto no Castelo de Praga, em 1928, tem sido um grande mistério, e um dos mais importantes. Isso porque, dependendo da real origem do tal esqueleto, ele poderia servir aos interesses dos nazistas ou dos soviéticos. E a origem do restos mortais de um homem era tão importante para os alemães e soviéticos, que se tornou até motivo de disputa entre eles.

Por muitos anos, arqueólogos buscaram a identificar a identidade e etnia do cadáver de mil anos atrás. O homem, com cabeça inclinada para a esquerda, tinha a mão direita apoiada em uma espadada de ferro. Na outra mão, um par de facas. E aos pés, os restos de um pequeno balde de madeira, muito parecido com os usados como vasos cerimoniais pelos Vikings. E por último, a cabeça de um machado de ferro. Tudo isso é o que restou do suposto guerreiro antigo. Seria ele então um descendente viking? Era isso que os alemães acreditavam e queriam que todo mundo acreditasse também. Por esse motivo, o tal esqueleto rendeu uma disputa com os soviéticos.

O esqueleto

Mas todos esses artefatos, encontrados perto do esqueleto, são o suficiente para dizer que se trata realmente de um guerreiro viking?

“A espada é de boa qualidade, provavelmente fabricada na Europa Ocidental”, disse Jan Frolik, que é professor de arqueologia na Academia Tcheca de Ciências. Esse é um tipo de espada que era muito usada pelos vikings do norte da Europa, na Alemanha moderna, na Inglaterra e na Europa Central. “Portanto, a maioria de seus equipamentos é viking ou, pelo menos, semelhante ao dos viking. Mas sua nacionalidade é uma questão”, acrescentou.

Essa pergunta confunde os historiadores, desde que o esqueleto foi encontrado enterrado no Castelo de Praga, em 1928. A descoberta foi feita pelo arqueólogo ucraniano, Ivan Borkovsky. No entanto, ele era apenas o assistente do chefe de arqueologia do Museu Nacional de Praga, e como foi exilado da Guerra Civil Russa, foi impedido de publicar suas conclusões a respeito do esqueleto.

Disputa entre nazistas e soviéticos

Em 1939, os nazistas ocuparam Praga, e imediatamente adotaram a teoria de que o esqueleto era de um guerreiro viking. Isso porque essa teoria se encaixava perfeitamente, no discurso alemão de pureza racial. Além disso, os vikings eram nórdicos e, consequentemente, germânicos.

Para os nazistas, isso poderia ser uma propaganda muito útil ao seus interesses, já que corrobora com a ideia de Hitler, de que a raça alemã estava reocupando terras antigas, que eram deles por direito.

Borkovsky, chegou a ser pressionado pela academia nazista, e sofreu até ameaça de ser enviado a um campo de concentração. Por fim, grande parte do seu trabalho foi editado, antes de ser publicado para justificar reivindicações históricas dos alemães.

Depois da guerra, quando a influência soviética em Praga se tornou bastante opressiva, o arqueólogo foi pressionado novamente. Dessa vez, Borkovsky foi forçado, pelos soviéticos, a fazer uma inversão das suas primeiras conclusões, afirmando que havia sido pressionado a adotar a teoria viking.

Setenta anos depois, com toda a tecnologia disponível, arqueólogos, como Jan Frolik, podem fazer julgamentos baseados na ciência, e não em ideologias e interesses particulares.

A análise de isótopos radioativos de estrôncio, nos dentes do esqueleto, provou que ele havia crescido no norte da Europa. Provavelmente, em algum lugar na costa sul do Mar Báltico ou na Dinamarca, principal território viking. “Sim, mas só porque ele nasceu no Báltico não significa automaticamente que ele era um viking. Naquela época, a costa sul do mar Báltico também abrigava eslavos, tribos do mar Báltico e outros”, disse Frolik. Enfim, até hoje, não se tem certeza sobre a real origem do esqueleto misterioso, se ele era um viking ou Slav.

Afinal, assoprar os cartuchos do Super Nintendo funcionava mesmo?

Matéria anterior

7 animes excelentes dos anos 2000 que você pode ter perdido

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.