icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Por que o dólar aumenta enquanto outras moedas enfraquecem?

POR Erik Ely EM Curiosidades 21/08/20 às 21h49

capa do post Por que o dólar aumenta enquanto outras moedas enfraquecem?

Em momentos delicados como o que estamos vivendo agora, investidores precisam ficar em alerta, afinal, do dia para a noite, tudo pode mudar. Assim, por conta da pandemia de coronavírus, muitos investidores recorreram a um por seguro que já é bastante conhecido, o dólar. Dito isso, muitas pessoas se perguntam por que parece a moeda americana nunca perde valor. Afinal, por que o dólar aumenta enquanto outras moedas enfraquecem?

Desde março, investidores estão trocando suas moedas por dólares. Porém, mesmo sendo um refúgio para investimentos, em julho, o dólar também foi enfraquecido. De fato, estamos vivendo um período de incertezas e ninguém consegue prever com exatidão como sairemos desse período.

Um verdadeiro porto seguro para investidores

De acordo com o DXY, o índice que me a variação do dólar americano em relação a outras moedas, seu nível caiu para menos de 95 mil pontos e atingiu em julho deste ano, o menor patamar desde o ano de 2018. Enquanto isso, no Brasil, o dólar alcançou a marca de R$ 5,40 no mesmo mês. Entretanto, teve uma queda de 4% no mesmo mês. Foi-se o tempo em que o dólar acima de R$ 5 era uma realidade distante. Hoje (21/08), o dólar se encontra em R$ 5,61. Dessa forma, mesmo que ele tenha sido afetado pela atual crise, os números não se comparam ao de outras moedas.

No caso do recente enfraquecimento da moeda, há alguns fatores que justificam isso. Entre eles, podemos citar as taxas de infecção pelo Sars-CoV-2, resultados econômicos abaixo do esperado e incertezas em relação às eleições presidenciais. "As taxas de infecção nos EUA, em comparação com outras economias desenvolvidas, permanecem relativamente altas, diminuindo as expectativas em relação à reabertura da economia no curto prazo", afirma Andrés Abadia, economista da consultoria Pantheon Macroeconomics, no Reino Unido.

Por outro lado, a desvalorização do dólar em relação a outras moedas teve vida curta. "Mesmo com a piora de número de casos, acredito que tendência da economia americana é surpreender de novo positivamente", afirma Zeina Latif, consultora econômica e foi economista-chefe da XP Investimentos.

Não há previsão de que o dólar venha a desvalorizar como outras moedas

Para Latif, não chances de que o dólar venha a perder o posto que possui atualmente. Isso acontece porque, mesmo que a moeda desvalorize, não há outra que tenha o nível de estabilidade que o dólar possui. "Quando a gente pensa em uma moeda perdendo relevância, tem que pensar: quem vai substituir? E hoje não tem. Não vejo como substituir", afirma Latif.

Para a economista Monica de Bolle, pesquisadora do Peterson Institute, em Washington, "o mercado está se dando conta de que a situação é mais grave do que imaginava". Portanto, mais do que nunca, o dólar se mostra como um porto seguro para investidores de todo o mundo. "O dólar acaba revertendo porque no fim do dia é o porto seguro por excelência. As notícias do PIB ainda estão muito frescas, as pessoas ainda estão fazendo revisão de cenário, então esse movimento de reprecificação que vemos hoje ainda tá sendo processado. Uma vez que tenha sido processado, as coisas voltam a se ajustar", afirma a economista.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest