Por que você nunca viu um filhote de pombo?

POR Magno Oliver    EM Mundo Animal      06/02/17 às 18h28

Você sabe qual é o motivo de os pássaros não tomarem choque em fios elétricos? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já exibimos para você porque isso não acontece.

Praças públicas, locais de grande circulação de pessoas, igrejas, construções, os pombos estão espalhados por diversos lugares que possamos imaginar.

Quando alguém joga alguma comida, eles sempre aparecem em bando para se alimentarem e logo, logo estão partindo para outros lugares em busca de comida.

Mas e os seus filhotes? Por que é tão difícil de se encontrar um pombo recém-nascido? O que eles fazem?

De acordo com a BBC, "a resposta está na própria origem dessa ave. Os pombos da espécie Columba livia domestica, que habitam nossas cidades, descendem do pombo-comum (ou pombo-das-rochas). Os dois são essencialmente o mesmo pássaro.
E, mesmo sendo bastante independentes e cosmopolitas, em matéria de reprodução os pombos urbanos ainda são bem discretos ao montar seus ninhos.


O pombo-das-rochas gosta de fazer o ninho nas saliências de penhascos. "Em seu estado natural e selvagem, esse animal vive nos rochedos mais altos próximos ao mar, vivendo em pequenas cavernas a maior parte do ano", explicou o zoólogo William Yarrell no livro A History of British Birds (História dos pássaros britânicos, em tradução livre).

A adaptação da espécie

Hoje, no entanto, na falta de penhascos rochosos e cavernas sombrias em nossas cidades, o pombo precisa se virar, construindo seu ninho em qualquer lugar mais abrigado e escondido que encontrar - como torres de igrejas, prédios abandonados ou pontes.
Como não entramos nesses espaços com frequência, nem sempre vemos o conteúdo de um ninho de pombo. Mas e os pombos jovens que acabaram de emplumar? Sim, esses estão por toda parte, mas não são fáceis de serem identificados.

Isso porque os filhotes permanecem no ninho por um longo período. Entre sair do ovo e criar penas, o pombo bebê leva mais de 40 dias - o dobro do tempo da maioria dos passarinhos.
Nesse período, os pais alimentam os filhotes com o "leite de papo" regurgitado, rico em proteínas e gorduras. Quando os bebês finalmente alçam voo e saem do ninho, eles estão grandes e virtualmente difíceis de se distinguir dos adultos".

Você gosta de pombos? Já conseguiu ver algum filhote? Mande seu comentário para gente!

Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+