• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Projeto de tatuadores transforma cicatrizes de automutilação em arte

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      05/08/19 às 15h35

Todo mundo tem o poder de transformar a vida de alguém, mesmo que seja através de um simples gesto. A vida já é muito difícil para todos nós. Então, se pudermos de alguma formar ajudar o próximo por que não? O tatuador Rafael Maciel compartilhou na internet um projeto interessante que tem ajudado pessoas a superarem traumas do passado através da arte.

A iniciativa, que surgiu a partir do projeto Meu Recomeço, consiste em fazer tatuagens gratuitas em pessoas que desejam esconder ou transformar cicatrizes de automutilação ou marcas de um passado não tão feliz. As marcas tristes agora estão dando lugar à obras de artes carregando um novo significado. Porém, agora, o de recomeço. Uma forma de trazer esperança e apoio a essas pessoas que, de alguma forma, conseguiram superar um momento difícil. Conheça um pouco mais sobre esse novo projeto que tem atraído milhares de tatuadores em todo o Brasil.

Meu Recomeço

O responsável pela ideia é o tatuador Rafael Maciel, de 18 anos, morador da cidade de Pavuna, no estado do Rio. Depois que ele compartilhou uma foto da sua contribuição para o projeto, as pessoas começaram a procurar saber mais.

Na verdade, a iniciativa surgiu mesmo do projeto Meu Recomeço, que é uma idealização da tatuadora Heloise Helena Sutil, de 20 anos, e do seu noivo, o empresário, Italo Rodrigues, de 24. Os dois, que moram na cidade de Curitiba, no Paraná, começaram o projeto há pouco tempo. Mas já são centenas de tatuadores, de todos os estados do país, que se cadastraram para participar.

"O projeto foi inspirado na ação de um outro tatuador, Gustavo Catuaba, que faz tatuagens gratuitas para mulheres que passaram por mastectomia. Achei incrível o projeto dele e resolvi fazer algo que estivesse ao meu alcance", conta Heloise, em entrevista ao site Razões para Acreditar.

A tatuadora então criou um site onde os tatuadores, que tivessem interesse em participar, pudessem se cadastrar no projeto e levá-lo para todo o Brasil. E não é que muita gente se disponibilizou a participar? Em apenas duas semanas, mais de 2 mil tatuadores de todo o país se cadastraram.

"Na verdade, achamos que seriam poucas pessoas que se interessariam e que não chegaríamos a receber muitas mensagens. Foi uma surpresa imensa falar com pessoas do Brasil todo! Falei até com algumas pessoas de Lisboa", disse a tatuadora.

Histórias de superação

Segundo a tatuadora, a cada tatuagem que ela faz do projeto, ela tem que segurar a emoção. Afinal, são histórias tristes de pessoas que conseguiram superar as adversidades da vida.

"São muitas histórias marcantes. Na verdade, a ideia era ajudar, mas não sabia exatamente no que e como. Minha mãe sempre me disse que a minha "missão" era ajudar as pessoas e fiquei com isso na cabeça. Porém quando eu realmente me encontrei na tatuagem, fazendo o que eu amo foi quando eu entendi que poderia ajudar as pessoas de alguma forma usando o que eu mais gosto de fazer", conta ela.

Entre os tatuadores que abraçaram essa ideia, está o Rafael, que realizou recentemente o seu trabalho. A tatuagem foi feita em uma garota que queria deixar para trás as dores do passado.

"Eu gostei muito da ideia e que gostaria de trazer este projeto para a minha cidade. Achei muito legal poder ajudar essas pessoas", disse Rafael. "Foi uma experiência diferente sabe? Pretendo sim continuar com este projeto. É uma coisa que tem um peso emocional muito grande, a sensação de poder ajudar a pessoa com a sua arte, com o seu trabalho, é incrível".

Para aqueles que tiverem interesse em participar do projeto, basta acessar o site do Meu Recomeço e se cadastrar. No site, você encontrará os tatuadores e as cidades que já contam com o projeto.

E você, o que achou dessa iniciativa? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+