icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Quais são os sintomas menos comuns do Coronavírus?

POR Erik Ely EM Ciência e Tecnologia 03/07/20 às 10h39

capa do post Quais são os sintomas menos comuns do Coronavírus?

No final do ano passado, o surgimento da Covid-19 pegou todo mundo de surpresa, seja cientista ou profissional da saúde. Dessa forma, não se tinha nenhum tipo de experiência sobre o seu tratamento ou diagnóstico. Contudo, fomos estudando e ainda estamos descobrindo muita coisa sobre a doença. Porém, publicações recentes mostram sintomas menos comuns e que não se restringem apenas ao sistema respiratório.

Pelo que sabemos, os principais sintomas da Covid-19 estão relacionados ao cansaço, tosse seca, febre e falta de ar. No entanto, em alguns casos, pacientes também apresentaram dor de estômago, náuseas, vômitos e diarreia. Assim, esses novos sintomas começaram a ser notícia no final de janeiro desse ano. Sendo que, a partir de um primeiro estudo sobre a situação, foi sugerido uma possível ligação entre o vírus e problemas gastrointestinais. Em estudos mais recentes, são apontados: lesões nos pés, conjuntivite e até necrose em extremidades.

Lesões que se parecem com frieiras e até conjuntivite

Em vários casos, pacientes relataram uma espécie de erupção nos dedos dos pés que se parece com frieiras. Assim, depois que ela se tornou mais recorrente, a condição foi chamada de "Covid toe" ("Dedos de Covid", em tradução livre). Dessa forma, as erupções cutâneas podem ser encontradas como lesões roxas ou vermelhas. Além disso, apesar do nome, elas podem ser encontradas em regiões, como por exemplo, na parte lateral ou plantar dos pés, ou mesmo nos dedos das mãos. Até o momento, numerosos casos da condição foram encontrados na Itália, França e também na Espanha.

Segundo a Academia Americana de Oftalmologia, em muitos casos, a conjuntivite pode passar como um sintoma despercebido em casos de contágio da Covid-19. Por isso, é necessário observar caso a conjuntivite venha acompanhada de outros sintomas. "Em regiões com alta prevalência da doença, praticamente qualquer paciente atendido por um oftalmologista pode estar infectado com a doença", afirma. Isso acontece "independentemente de fatores de risco ou indicação para a visita", completa. No caso de conjuntivite viral, é incomum que a pessoa não apresente outros sintomas. Contudo, uma conjuntivite tardia pode ocorrer, uma vez que outros sintomas já foram diagnosticados.

É preciso ficar de olho em diferentes sintomas que podem aparecer juntos ou não

De acordo com um estudo publicado no British Journal of Dermatology, 6% de 375 casos do novo coronavírus envolviam livedo ou necrose em extremidades. Dessa forma, nesses casos, a pele pode ficar manchada ou ainda apresentar áreas irregulares violáceas. Também é comum surgirem áreas vermelhas, o que pode aparecer em um padrão reticular, por exemplo.

Ainda segundo o estudo, em sua maioria, esse tipo de condição foi encontrada em pacientes idosos que foram mais afetados pela doença. Entretanto, isso não foi considerado uma regra para todos os casos, uma vez que a necrose foi encontrada em pessoas que, inclusive, não precisaram de hospitalização.

Recentemente, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês) dos Estados Unidos liberou uma lista possíveis novos sintomas de Covid-19. São eles: febre, tosse, dispneia, calafrios e agitação repetida. Além de também, mialgia, cefaleia, dor de garganta e nova perda de paladar ou olfato (anosmia). Outros sintomas que são mais raros também não devem ser desconsiderados.


Próxima Matéria
Via   PEBMED  
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest