O nome de uma pessoa é a sua verdadeira identidade perante a sociedade. Dependendo da cultura em que a pessoa nasceu, pode possuir um ou vários nomes, carregando sobrenomes, nomes compostos ou referências aos pais. Independente da ordem em que ele é apresentado ou das convenções que se aplicam ao redor da identidade, o nome é carregado por cada indivíduo.

Desde os tempos mais remotos da humanidade, o nome é utilizado para classificar pessoas e diferenciá-las dentro de grupos e alguns nomes que utilizamos ainda hoje são evoluções e alterações de nomes utilizados nos tempos e linguagens mais antigos da humanidade.

Um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2016 se baseou no Censo de 2010 e analisou mais de 130 mil nomes de cidadãos que moram no Brasil. Os nomes Maria, para mulheres, e José, para homens, foram identificados como os mais populares do país. Mas, no passado, como será que eram as versões desses nomes para povos latinos e gregos, por exemplo?

Para responder isso, fomos atrás da origem de alguns dos nomes mais comuns do Brasil segundo o Censo apresentado pelo IBGE. Será que o seu nome está na lista?

Nomes de mulher

1

Maria

O nome Maria surgiu nas primeiras traduções gregas da Bíblia. Originalmente, em hebraico, era encontrado na forma Miriam, fazendo com que os dois nomes tenham a mesma origem. Em diversas línguas europeias, a forma Maria também é utilizada, além de variações como Marie e Mary.

Ana

O segundo nome feminino mais comum do Brasil, Ana, também tem origens bíblicas. Na tradução grega, ele adquiriu a forma mais próxima da versão que conhecemos hoje, apesar de carregar dois N na época. O nome é originado do hebraico Channah. Em diferentes línguas o nome também é encontrado, às vezes com pequenas variações, como no russo Anya. O nome também é responsável por variações domo Anita e, em união com Maria, Mariana.

Adriana

Publicidade
continue a leitura

Com origem datando de Roma Antiga, Adriana era encontrada com uma forma praticamente idêntica à encontrada hoje: Hadriana. O nome feminino foi uma variação que surgiu de outro nome, da mesma época, para homens: Hadrianus.

Juliana

Assim como Adriana, Juliana tem origens no Império Romano. O nome masculino Julius proporcionou a variação feminina Julia, mas também uma outra para homens: Julianus. Tanto a variação de Julianus como a junção de Julia com o já utilizado nome Ana foram responsáveis pelo nome Juliana, que ainda hoje é utilizado no mundo inteiro.

Márcia

O nome Márcia é mais um com origens latinas de variações de nomes masculinos. Em latim, o nome do deus Marte era grafado Mars. Daí, foi originado o nome Marcus, para homens, que sofreu dezenas de alterações, uma delas gerando o nome Marcius. Ainda na Roma Antiga, a variação feminina Márcia foi criada – sem acento –, muito antes do nome português Márcio.

Fernanda

Fernanda também surgiu uma variação de nome masculino - Fernando, obviamente -, mas não veio de línguas latinas. O nome é uma variação portuguesa do germânico antigo Ferdinand, uma junção de outros dois nomes comuns da mesma época: Fardi e Nand.

Patrícia

Mais um nome feminino que já era encontrado na sua forma latina em Roma. Patrícia, no entanto, não surguiu na Antiguidade clássica greco-romana, mas sim no período tardio entre o declício do Império Romano e a Idade Média. O nome foi uma variação feminina para Patricius.

Aline

Publicidade
continue a leitura

Esse nome surgiu como uma versão diminutiva de Adelina, nome português adaptado da versão latina de povos germânicos antigos. O próprio nome Adelina, é uma versão de Adela.

Nomes de homem

jesus-y-los-doce-apostoles

José

O nome mais comum do Brasil tem uma origem simples de textos bílicos. José surgiu em português como variação de Joseph, nome encontrado nas traduções em latim e grego da Bíblia. Em hebraico, o nome era grafado como Yosef.

João

Assim como José, João é uma variação portuguesa para um nome bíblico. Em latim, era encontrado nos textos religiosos como Iohannes, variação de Ioannes, em grego. Antes disso, em hebraico, era apresentado como Yochanan, na forma contraída, ou Yehochanan, na forma completa derivada de Yahweh.

Carlos

Carlos surgiu no germânico antigo, na forma Karl. A partir daí, foi adaptado como Carolus em traduções latinas e adquiriu a forma que conhecemos hoje. Carlos também é responsável pelo desenvolvimento do nome Carlitos, uma espécie de diminutivo do nome.

Publicidade
continue a leitura

Paulo

Paulo é uma variação simples do nome Paulus, tirado das bíblias em latim.

Pedro

Um dos nomes com mais variações em diferentes línguas, Pedro é mais um nome masculino de origem na Bíblia, do latim Petrus, que em grego era grafado como Petros. Ao redor do mundo, a maioria das traduções do nome é mais parecida com a forma em inglês, Peter.

Lucas

Mais um dos nomes comuns saídos dos apóstolos de Jesus. Na bíblia em grego, foi apresentado na forma Loukas, sendo adaptado para a forma Lucas já na bíblia latina.

Luiz

O nome em português, Luiz, é uma variação do francês Louis. Esse, no entanto, foi inspirado nas traduções em latim do germânico antigo Ludovicus. Na língua original o nome era Chlodovech, junção dos elementos Hlud e Wig.

Marcos

Esse nome tem a mesma origem do feminino Márcia, vindo do latim Marcus, variação do nome Mars, do deus da guerra.

Encontrou o seu nome na lista? Se tiver um nome comum, as chances são grandes, mas em outros casos, você pode pesquisar a origem de qualquer nome no site Behind the Name, especializado em árvores de nome.

Publicado em: 12/09/16 18h57