Game of Thrones está a uma temporada do fim. A série baseada na obra literária de George R. R. Martin e adaptada pela HBO virou um fenômeno mundial. O programa conseguiu o feito de ser a primeira série de fantasia a ganhar o Emmy na categoria principal. Por mais que hoje já existam outras histórias que se assemelham ao ambiente de Game of Thrones, elas não conseguem chegar no mesmo nível. Com milhares de fãs espalhados pelo mundo, podemos dizer que eles ficarão órfãos sem a série. Contudo, se depender da Netflix, isso não irá acontecer. Isso porque The Witcher está a caminho.

A série será baseada no aclamado game homônimo (que, por sua vez, é baseado na série de livros Wiedzmin). Sem ser boba nem nada, a empresa não lançará a série até 2020, já que Game of Thrones terminará um ano antes. A história gira em torno de Geralt de Rivia, um dos caçadores de monstros conhecidos como “witchers”. Essa classe foi química e misticamente modificada para ficar mais forte, ágil e melhor equipada. Tudo isso para lutar contra bestas sobrenaturais que vagam pelo mundo da fantasia medieval. Na maioria das vezes, Geralt se encontra em meio a conflitos envolvendo muito mais que camponeses e animais perigosos. Em sua jornada ele se depara com feiticeiras, reis, rainhas e seres amaldiçoados.

Publicidade
continue a leitura

The Witcher pode ser a nova Game of Thrones?

Publicidade
continue a leitura

As similaridades entre as duas obras estão mais na ambientação. Claro, ambos os universos possuem magia, no entanto, este elemento é muito mais presente em The Witcher do que em Game of Thrones. Contudo, as histórias de The Witcher são bem conhecidas por explorarem o conceito de males maiores e menores. Um tema muito visto também na série de George Martin. Ambas narrativas também procuram inspiração na vida real para construir seu universo. Enquanto Martin recorreu a Guerra das Rosas, Andrzej Sapkowski buscou casos da Igreja Católica na Europa durante a Reforma Religiosa.

Publicidade
continue a leitura

Apesar dessas semelhanças, a promessa de The Witcher se tornar uma nova Game of Thrones não se trata de um programa ser igual ao outro. Neste caso, teremos uma história promissora produzida com alto investimento para tentar se destacar tanto quanto a série da HBO - e sabemos que a Netflix possui cacife para isso. O universo de Westeros não será facilmente esquecido e muito menos substituído. Contudo, em certo momento precisaremos dizer adeus aos personagens e embarcar em novas aventuras.

Publicado em: 29/01/18 14h22