Surfista sobe em uma baleia e por pouco não vira comida de tubarão

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Mundo Animal      24/09/15 às 16h31

O que você faria se visse a carcaça de uma baleia em alto-mar? Sem dúvida ficaria impressionado com a visão do animal flutuando, não é mesmo?

No entanto, um surfista australiano chamado Harrison Willians não se contentou apenas em olhar. Ele teve a "genial" ideia de subir na carcaça da baleia jubarte.

Ele encontrou o animal morto de 12 metros de altura enquanto surfava nas águas da Ilha Perth. Segundo Willians afirmou para os veículos de comunicação locais, ele pensou que a baleia estava apenas ferida.

General - GEN - Shark Whale Man from 7 News Chopper

Foi então que ele decidiu pular do barco em que estava com os amigos e nadar até ela, quando se aproximou e percebeu que na verdade a baleia estava morta, Harrison pensou que seria uma ótima ideia subir no animal para poder surfar nele.

O jovem só não contava com um único detalhe, que poderia tornar a sua aventura fatal: a baleia morta estava completamente cercada por tubarões.

Por pouco

Quando percebeu que os predadores estavam por perto e que ele poderia ser facilmente confundido com uma presa, por estar sobre um animal morto, o surfista não conseguiu sair de cima da carcaça da baleia.

Os seus amigos tão pouco conseguiram ajudá-lo. O momento chegou a ser registrado por uma equipe de reportagem que estava nas proximidades.

Por sorte eles não eram os únicos pela redondeza, uma equipe de resgate também estava por perto e chegaram rapidamente ao rapaz, salvando a sua vida. Por pouco ele não virou aperitivo de tubarão. Se ficou curioso para saber mais detalhes sobre o acontecimento.

Assista o vídeo

Agora você já sabe o que NÃO fazer quando encontrar uma carcaça de baleia flutuando por aí. Se você quiser descobrir também como se safar de situações como essa, confira Como sobreviver a um ataque de tubarão.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+